É aquela época do ano que o natal chegou mais cedo para quem é fã de carros: São Paulo sediará mais uma vez o Salão do Internacional do Automóvel, entre os dias 10 e 20 de novembro – e, pela primeira vez, o TecMundo estará lá para fazer a cobertura do evento, afinal de contas, está cada vez mais difícil separar veículos e tecnologia, certo? 

É claro que estamos tão ansiosos quanto um grupo de criancinhas que recebeu um punhado de moedas e está prestes a visitar a loja de doces e, sendo assim, resolvemos que é uma boa ideia reunir aqui os principais destaques que estarão no Salão e que não vemos a hora de poder conferir de perto.

Alguns deles já apareceram em algumas notícias aqui no Tec, mas a gente sabe que é bem mais legal ver de perto! Sem mais delongas, vamos lá:

Audi

A Audi enquanto equipe de automobilismo não está muito bem: depois de 18 anos participando do Mundial de Endurance, a marca viu o escândalo “Dieselgate”, que custou US$ 14,7 bilhões para a Volkswagen, grupo ao qual pertence, minar sua participação a partir de 2017. Como montadora, no entanto, tudo parece ir bem e ela trará para o Brasil algumas novidades legais.

O primeiro destaque fica com o novo R8, que hega sem sua segunda geração ao Brasil (finalmente!). O esportivo vem com um motor V10 5.2 de 610 cavalos de potência.

Além dele, o foguete em forma de perua RS6 e o saloon titânico com DNA esportivo RS7 também darão as caras. Fechando o pacote, a família Q de SUVs e crossovers também deve aparecer, além dos modelos esportivos menores, como o RS3 e o A5 Sportback são esperados por lá.

Ah, eles vão levar um veículo lunar pro Salão também:

Chevrolet

Com um atrasozinho de quase um ano, a grande estrela do estande da Chevrolet será, sem dúvida alguma, a sexta geração do Camaro. O muscle car está com a mesma carona norte-americana, mas com uma dinâmica um pouquinho mais europeia: está mais leve, menor e mais dinâmico – e mais potente também: são 461 cavalos de potência.

O Camaro chega por aqui com suas primeiras 100 unidades fazendo parte de uma edição especial e limitada batizada de “Fifty”, comemorando os cinquenta anos do modelo.

O outro destaque da Chevy é bem mais civilizado: trata-se da versão hatch do Cruze, equipado com um motor turbo 1.4 com 153 cv. Para fechar, o elétrico Bolt também dá uma passada pelas terras brasileiras como uma demonstração do que a montadora já tem em mãos para o futuro.

Dodge

A montadora norte-americana não é tão popular aqui no Brasil, mas isso não impediu que ela viesse com a faca nos dentes para São Paulo. A Dodge vai trazer nada mais, nada menos que seu Challenger mais potente já produzido até hoje: a versão Hellcat, que conta com pornográficos 707 cavalos de potência.

O modelo não é vendido de forma oficial por essas bandas, mas a gente não reclama de poder conferir de perto um dos muscle cars mais emblemáticos da atualidade.

Ford

Ah, Ford... Nossa relação vai ser de amor e ódio neste Salão. Amor porque você vai trazer o Mustang GT350R, seu modelo mais potente até agora como um V8 de 533 cv – e, de longe, o meu muscle favorito desta geração –, mas... Ele não é (e nem vai ser, né?) vendido aqui no Brasil. É feio fazer os outros passarem vontade assim.

De qualquer forma, se tá ruim pra mim que quero um Mustang, imagina pros milionários e bilionários do Brasil que vão poder ver o supercarro mais moderno e icônico da marca e não vão poder comprá-lo?

Pois é, é o caso do Ford GT 2017, modelo que mostrou que nem só de V8 torcudo vivem os carros norte-americanos. Ele é equipado com um V6 EcoBoost e estará lá – e foi com esse motor que a montadora faturou as 24 Horas de Le Mans em 2016.

A primeira leva dos Ford GT foi limitada a 300 unidades, todas vendidas, e teve até entrevista para definição de quem poderia ou não comprar um.

Outro modelo que vai deixar muita gente igual cachorro olhando o frango rodar na padaria (incluindo eu) é a monstruosa F-150 Raptor, que já foi considerado o veículo off-road de produção mais rápido do mundo, também estará no estande da Ford e não será vendida por aqui.

O Fusion Hybrid também dará as caras por lá. E eu estou torcendo pra que não apareça um Ford Focus RS por lá, senão é tortura demais – a menos que a Ford libere a gente pra dar uma voltinha.

Honda

Depois de ganhar o Salão de Paris com seu conceito do Civic Type-R, a Honda vem para São Paulo com o apetite bem mais contido. A grande aposta da marca nipônica está sendo naquele que é considerado o fruto do amor entre um Fit e um HR-V (ou um CR-V): o WR-V.

O veículo, segundo a montadora, “traz uma inédita combinação de versatilidade e aproveitamento de espaço em uma carroceria compacta de SUV”. Maiores detalhes a respeito do modelo só serão dados em sua estreia no Salão de São Paulo.

O outro destaque não se trata bem de um lançamento, mas sim de um carro de Fórmula 1: a McLaren MP4-31, carro utilizado na temporada 2015 pela equipe britânica e que conta com um motor Honda, estará por lá também.

Hyundai

A marca coreana tem tido um desempenho bem forte nos últimos dois anos aqui no Brasil com o seu HB20 e com a linha de SUVs. Sendo assim, é natural que a Hyundai optasse por levar carros do segmento para lá. O primeiro destaque fica por conta do Creta, um SUV compacto com motor 1.6 de 128 cv, compartilhado com o HB20, e sua plataforma que é compartilhada com o Elantra.

A Tucson, o tradicionalíssimo SUV, será apresentado em sua terceira geração e chegará para dividir espaço... Com ela mesma, só que no passado. Essa relação meio bizarra acontece porque a primeira geração e a segunda ainda são vendidas por aqui.

Por fim, o sedã Elantra não será deixado de fora: ele ganhou um tapa no visual e também terá uma nova versão apresentada no Salão. Os carros maneiros, no entanto, ficarão de fora desta vez.

Jaguar

A britânica Jaguar trará o seu felino mais violento para a festa: o F-Type SVR, que agora vem com um motor V8 de 575 cavalos de potência e que pode levar o esportivo a 320 km/h de velocidade máxima.

Além disso, para mostrar seu compromisso com o futuro, a Jag também levará o seu carro que participará da próxima temporada da Fórmula E. Vale lembrar que a marca recentemente anunciou Noodle, do GorillaZ, como embaixadora da marca, numa tentativa de atrair mais jovens para o segmento de engenharia relacionada a parte de performance.

Jeep

O sucesso estrondoso do Renegade trouxe o nome Jeep de volta ao foco aqui no Brasil, mas o destaque, no entanto, vai ficar para outro modelo mais antigo da marca: a Cherokee. Mas não pense que é a Cherokee comum: estamos falando da Grand Cherokee SRT, que é um superesportivo encarnado no corpo de um SUV.

O modelo vem equipado com um V8 6.4 de 481 cavalos e faz de 0 a 100 km/h em pouco mais de 5 segundos. A parte triste, no entanto, é que essa versão não é vendida oficialmente aqui no Brasil.

Land Rover

A Land Rover chega com duas novidades quentes para o Salão de São Paulo. Uma é a nova Discovery, que vem com um visual completamente reformulado, que deixou ela parecendo um pãozão de forma com 4 rodas – mas um pãozão bonito pra caramba, vale reforçar. Além do novo design, o SUV traz novidades também na parte tecnológica, com alguns mimos como o ajuste de bancos através do smartphone ou tablet.

O segundo destaque veio para chocar os transeuntes: a Evoque perdeu o teto e chega em versão conversível aqui no Brasil.

Ah, que saudades daquela Vogue...

Lexus

Saindo da Inglaterra, mas sem sair do luxo, a Lexus promete levar o seu belíssimo LC 500, um coupé que conta com um V6 3.5 de 299 cavalos e que conta com mais 60 cv provenientes de um propulsor elétrico.

O modelo, por enquanto, vem só para exibição: nada de vendas oficiais por aqui.

Mercedes-Benz

A marca que tem uma novidade para cada dia do ano promete um estande bem recheado, mas sem os modelos que causaram alvoroço lá fora. Isso significa que é bem difícil que as versões conversíveis da Mercedes-AMG GT apareçam por aqui – e mais difícil ainda que a versão com esteroides GT R dê as caras. O novíssimo E63 AMG também deve ser uma ausência sentida.

Por outro lado, a Merc vai trazer os melhores representantes de seus carros mais civilizados pro Salão: a Classe C vai ser representada pela C43 e pela versão conversível do modelo. Já o sedãzão da Classe E vem mais luxuoso e tecnológico do que nunca.

Uma agradável surpresa é a possível presença da novíssima Classe X de picapes, com seus dois conceitos apresentados recentemente e que a Mercedes já fez questão de reforçar que tem o Brasil como um dos principais mercados.

Nissan

Nissan GT-R. Precisa mesmo falar mais alguma coisa?

O esportivo, que já foi conhecido como “matador de supercarros” antes de ver seu preço subir estratosfericamente, agora vai ser vendido de forma oficial no Brasil por “apenas” R$ 900 mil – e é, sem dúvida alguma, um dos modelos mais aguardados no Salão.

Peugeot

A Peugeot parece que está meio desacelerada aqui no Brasil, mas um dos destaques é justamente o seu novo crossover 2008 CrossWay – que, inclusive, a gente já deu umas voltas por aí.

Além do 2008, quem deve aparecer por lá é a versão apimentada do 208, a GT THP, com seu motor 1.6 turbo de 173 cavalos, uma receitinha bem divertida.

Tesla

Uma das mais agradáveis surpresas do evento: a empresa de Elon Musk e uma das fabricantes mais revolucionárias dos últimos anos estará presente no Salão de São Paulo e levará o seu sedã Model S para lá.

O carro recebeu recentemente uma nova versão, a P100D, que vem com uma bateria de maior capacidade e que permite que o carro atinja de 0 a 100 km/h em apenas 2,5 segundos no seu "ludicrous mode".

Vale lembrar que agora os brasileiros poderão ter um Model S para chamar de seu: o sedã começou a ser vendido oficialmente aqui no Brasil pela empresa Elektra, de São Paulo, com preços que começam em R$ 650 mil e vão até R$ 785 mil.

Volkswagen

A Volks sentiu bastante o impacto causado pelo “Dieselgate” lá fora. Aqui no Brasil, no entanto, a sensação é de quase normalidade: a montadora vai levar para o Salão a nova geração da Amarok – que, ironicamente, foi um dos modelos afetados pelo escândalo –, reestilizada e que agora vem com um motor de seis cilindros com potência que vai de 163 cv até 224 cv.

Outro modelo da VW que também recebeu aquele tapinha leve no visual foi o Up!, que vê seu design ser alterado pela primeira vez desde que recebeu a companhia do Fiat Mobi no mercado.

O pacote de novidades é completado pelas experiências envolvendo realidade virtual e realidade aumentada que acontecerão no estande da Volkswagen e que contemplarão toda a gama de veículos da marca – a gente já teve uma provinha do que vai rolar e contou em detalhes em uma matéria aqui no Tec.

Cobertura completa do Salão do Automóvel

Pela primeira vez, o TecMundo fará a cobertura completa do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, que este ano será no São Paulo Expo. Começando já na segunda-feira, dia 07/11, faremos uma transmissão ao vivo na página do TecMundo Auto no Facebook, na qual falaremos um pouco sobre nossas expectativas a respeito do evento.

A partir do dia 08/11, você poderá conferir todas as novidades através de nossos vídeos lá no canal do YouTube, além, é claro, das notícias que serão postadas aqui no site, diretamente lá do Salão de São Paulo, com o encerramento acontecendo na sexta-feira.

Fiquem ligados e preparem-se para uma semana cheia de novidades do mundo automotivo e não deixem de seguir a página do TecMundo Auto!

Cupons de desconto TecMundo: