Nós falamos um pouco mais cedo sobre um grande anúncio da Tesla que seria feito hoje e, bem, ele foi. Tínhamos duas apostas: um Autopilot 2.0 ou as novas baterias de 100 kWh que vieram para equipar o sedã Model S e a SUV/crossover/salvadora de pessoas Model X. Visto que o Autopilot não está em seu melhor momento com a mídia, Elon Musk resolveu, portanto, que seria bom seguir na segunda opção.

O novo Model S P100D terá as mesmas quatro portas, capacidade para 5 pessoas mais duas crianças e tudo o que fez do sedã uma das agradáveis surpresas do século 21, só que com uma bateria de 100 kWh.

O que isso significa? Bom, se você for um lunático, poderá acelerar o modelo de quase 2 toneladas de 0 a 100 km/h em absurdos 2,5 segundos no “Ludicrous Mode”! Uma boa referência para isso é que você deixaria para trás um Nissan GT-R, por exemplo, e aceleraria junto com uma Ferrari LaFerrari ou ainda uma McLaren P1 e perderia para um Porsche 918 por míseros 0,2 segundo.

O detalhe é que no Model S você ainda tem conforto ao ir ao shopping com a família ou pode ir até a padaria comprar pão sem ter milhares de pessoas tirando foto do seu carro. Ah, o Model S não chega perto de custar mais de 1 milhão de dólares, como todos os outros modelos “comparáveis”.

Diga-se de passagem, se você for uma pessoa mais centrada e com o pé mais leve, a bateria maior também significa que o novo P100D terá uma autonomia de mais 613 quilômetros por carga.

Além do sedã, Musk anunciou que a nova bateria vai equipar a SUV/crossover Model X P100D, que será apenas 0,4 segundo mais lenta que seu irmão menor no 0-100 – isso pesando três vezes mais. A autonomia, por sua vez, fica na casa dos 542 quilômetros. Ah, as maravilhas dos motores elétricos.

Esse aumento de potência não foi possível somente através do aumento de tamanho, mas também da melhoria considerável do sistema de arrefecimento da bateria, que foi completamente refeito. Segundo Musk, a Tesla hoje está bem próxima do que ele chama de “limite teórico” que pode ser atingido com a tecnologia atual do componente.

A bateria de 100 kWh, no entanto, tem seu preço – e, você deve imaginar, não é barato. O Model S P100D sai por US$ 134,5 mil, ou aproximadamente R$ 434 mil. A Model X sai por US$ 135,5, o que dá algo em torno de R$ 438 mil.

Se você já era dono de um P90D, no entanto, só terá que gastar US$ 20 mil (algo em torno de R$ 64 mil) para fazer um upgrade, visto que a Tesla avisa que terá que reciclar a bateria anterior. Se você havia encomendado um P90D, poderá atualizar seu pedido por apenas US$ 10 mil, ou R$ 32 mil do nosso lado da rua.

Por fim, a Tesla justifica que entende que o valor é alto, mas joga limpo ao dizer que cada unidade vendida do Model S e do Model X ajuda a financiar o outro modelo mais popular da empresa, o Model 3, que ainda está em desenvolvimento.

Muito bem, Tesla. Agora usem essa potência toda e voltem também com o Roadster.

Cupons de desconto TecMundo: