Correios

156 notícias  publicadas

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), mais conhecida apenas por Correios, foi fundada em 1969 por meio do decreto-lei 509, que transformou o departamento de serviços postais em uma empresa pública federal. 

Desde então, iniciou-se um novo modelo de funcionamento de entregas de correspondências no Brasil, por exemplo, em 1971, foi criado o CEP (Código de Endereçamento Postal), um conjunto numérico que facilita na identificação da localização geográfica. Inicialmente, era composto apenas por 5 dígitos, mas, hoje, são 8 números. 

Entretanto, a numeração não é escolhida de forma aleatória, cada posição representa uma designação diferente, que indica desde o estado e cidade até a rua do local:

  • 1º dígito: região (estados);

  • 2º dígito: sub-região;

  • 3º dígito: setor;

  • 4º dígito: subsetor;

  • 5º dígito: divisor de subsetor;

  • 6º a 9º dígito: identificadores de distribuição (logradouros).

História dos correios

Antes de se tornar uma empresa, já existiam os correios no Brasil. Na realidade, a história se inicia em 25 de janeiro de 1663, com a criação do cargo de “Correio-mor” durante a época da monarquia portuguesa. Sendo assim, a atividade postal no país, começou há mais de 350 anos

Em  26 de dezembro de 1931, o decreto 20.859, promoveu a fusão entre as entregas postais com os telégrafos, dando origem ao “Departamento de Correios e Telégrafos”, que mais tarde, em 1969, se tornou uma empresa pública. 

Principais serviços

O principal objetivo dos correios é o envio e entrega de correspondências. Atualmente, existem 6 tipos de postagens:

  • PAC (Prático, Acessível e Confiável): é o meio mais econômico, porém, o produto demora um prazo maior para chegar no destinatário, em torno de alguns dias, variando de acordo com a localidade;

  • Sedex (Serviço de Encomenda Expressa Nacional): o serviço é um pouco mais caro. Por outro lado, a entrega é mais rápida, sendo prevista entre 1 e 3 dias após a postagem, dependendo da localização;

  • Sedex 10: a encomenda é entregue até às 10 horas do dia seguinte ao envio. Entretanto, essa modalidade não está disponível para todas as regiões;

  • Sedex 12: o destinatário recebe a encomenda até 12h do dia seguinte a postagem;

  • Sedex Hoje: a entrega é feita no mesmo dia, mas, para isso, os objetos devem ser postados até 11h ou 13h, a variar de acordo com a local;

  • Correios Mini Envios: específico para o envio de pacotes pequenos, possui um valor menor de frete, mas apenas uma única tentativa de entrega.

No entanto, a empresa também disponibiliza outros serviços adicionais:

  • Disque coleta: nesse caso, a empresa retira a encomenda no local solicitado pelo usuário, não sendo necessário se dirigir a uma agência;

  • Logística reversa: nessa situação, o pacote retorna para o destinatário, sendo muito usado por comerciantes online para facilitar a devolução de produtos;

  • Rastreamento de pedidos: por meio de um código, é possível acompanhar cada etapa da entrega;

  • Contrato com os correios: para os lojistas, existe a possibilidade de firmar um acordo para o envio dos produtos vendidos pela loja virtual.

Centro e espaços culturais

Os correios possuem centros culturais em vários estados do país, que disponibilizam para o público diversas exposições históricas e artísticas, além de espetáculos teatrais e musicais. 

Além disso, está localizado em Brasília, o Museu Nacional dos Correios, que possui um acervo de cerca de 1 milhão de itens que contam a história do serviço postal.

Privatização dos correios

A Câmara dos Deputados aprovou, em agosto de 2021, o projeto de lei que visa privatizar a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos

Porém,  a proposta está parada na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, sendo prevista para votação no ano de 2022.

Ver mais notícias

PUBLICIDADE