A Viagem de Chihiro: cartazes inéditos celebram os 20 anos da animação

1 min de leitura
Imagem de: A Viagem de Chihiro: cartazes inéditos celebram os 20 anos da animação
Imagem: IMDb/Reprodução
Avatar do autor

Na última terça-feira (20), foi celebrado o aniversário de 20 anos do lançamento de A Viagem de Chihiro. O filme, que é até hoje o mais popular do Studio Ghibli, também se manteve como a animação com maior bilheteria nos cinemas do Japão, tendo sido superado apenas no ano passado por Demon Slayer: Mugen Train.

Para celebrar as duas décadas do filme, o Studio Ghibli divulgou dois cartazes especiais. No primeiro, Chihiro aparece com Kawa no Kami (Deus do Rio) e com Kaonashi (Sem Rosto). Já no segundo, foi feito um retrato de Yubaba, a dona da casa de banho.

Confira abaixo as ilustrações:

'A Viagem de Chihiro'.'A Viagem de Chihiro'.Fonte:  Studio Ghibli/Divulgação 

'A Viagem de Chihiro'.'A Viagem de Chihiro'.Fonte:  Studio Ghibli/Divulgação 

A Viagem de Chihiro também foi uma das animações japonesas mais celebradas de todos os tempos, tendo conquistado o Oscar de Melhor Animação de 2003 e o Urso de Ouro, um ano antes. Isso fez com que o mundo inteiro conhecesse e falasse sobre as produções do Studio Ghibli, conforme explica a biógrafa Susan Napier, autora de Miyazakiworld: A Life in Art.

“O fato de um filme de animação japonês não ocidental ganhar prêmios importantes de duas grandes fontes ocidentais foi um grande golpe no braço da indústria de animação”, disse Napier. “[Quando A Viagem de Chihiro levou para casa o Oscar], as pessoas estavam começando a dizer, uau, que história é essa de animação que está ganhando sua própria categoria, que é considerada uma forma de arte real”.

A Viagem de Chihiro estreou nos cinemas japoneses no dia 20 de julho de 2001 e teve roteiro e direção de Hayao Miyazaki, um dos fundadores do Ghibli. A história acompanha uma menina de 10 anos, Chihiro, quando ela chega a um parque temático deserto que é, na verdade, um reino de deuses e espíritos. Depois que um incidente transforma seus pais em porcos, Chihiro deve trabalhar em uma casa de banhos que atende clientes de outro mundo para sobreviver e encontrar uma maneira de voltar para casa.

A animação (assim como outras do estúdio) está disponível na Netflix.

A Viagem de Chihiro: cartazes inéditos celebram os 20 anos da animação