(Fonte da imagem: Reprodução/ReVuln)

Durante uma conferência realizada no evento Black Hat, pesquisadores da empresa ReVuln revelaram algumas vulnerabilidades complexas presentes no Origin, a plataforma digital da Electronic Arts. Segundo os apresentadores da pesquisa, várias brechas presentes no sistema permitiam que hackers invadissem e controlassem computadores remotamente, pois conseguiram executar códigos maliciosos sem precisar de autorização.

Segundo os relatórios divulgados, cerca de 40 milhões de usuários estão expostos às brechas de segurança do Origin, mas a Electronic Arts afirma que está trabalhando para corrigir todas as falhas o mais rápido possível. Em um comunicado para o ArsTechnica, um executivo da empresa afirmou que a EA “sempre trabalha com hipóteses como essa e que está, continuamente, melhorando a infraestrutura de segurança”.

Não há uma data definida para a divulgação da atualização que corrija os problemas apresentados no evento, mas é bem provável que isso aconteça em poucas semanas — uma vez que trata-se de uma modificação estrutural e bem necessária.

Cupons de desconto TecMundo: