O valor de mercado do Facebook passou pela primeira vez a marca dos US$ 200 bilhões, o que coloca a empresa de Mark Zuckerberg na 22ª posição na lista das maiores companhias do mundo. O feito aconteceu na última segunda-feira (8), após uma alta de 0,8% nas ações da rede social que fez com que elas atingissem o valor de US$ 77,89 no fechamento da bolsa de tecnologia dos Estados Unidos, a Nasdaq.

Segundo a Bloomberg, a primeira colocada na lista é a Apple, com valor de US$ 593 bilhões, seguida pela petrolífera Exxon Mobil (US$ 418 bilhões), a Google (US$ 403 bilhões) e a Microsoft (US$ 383 bilhões). O principal motivo que levou a esse crescimento do preço das ações do Facebook parece ser o resultado dos investimentos da empresa em publicidade para dispositivos móveis.

No segundo trimestre de 2014, as vendas de anúncios em geral na rede social cresceram 61%. Desse montante, 62% foram oriundos de promoções em aparelhos móveis – que haviam representado 59% das rendas com propagandas no período anterior. Esses números representam um grande salto em comparação com o que foi visto quando a companhia abriu suas ações, cujos valores despencaram justamente por conta da falta de publicidade móvel.

Aposta certeira

“Esse crescimento mais recente vem do último relatório de receitas da empresa, quando ela reportou números maiores de demanda e vendas de anúncios móveis. Se eles conseguirem continuar a aumentar esse tipo de propaganda, vão obter uma demanda sustentável para suas ações”, diz Jeffrey Sica, que supervisiona mais de US$ 1,5 bilhão em ativos como presidente da Sica Wealth Management.

Com posse de 61,6% do controle da empresa, Mark Zuckerberg determinou os anúncios móveis em smartphones e tablets como o elemento central dos negócios do Facebook e, desde então, a empresa vem se empenhando com isso em mente. De acordo com o ranking dos bilionários da Bloomberg, o aumento no valor da companhia fez com que a fortuna do CEO crescesse para US$ 34,5 bilhões, o que o torna a 13ª pessoa mais rica do mundo.

Cupons de desconto TecMundo: