A Google segue apresentando suas novidades para desenvolvedores no evento I/O 2017, que acontece até esta sexta-feira (19). No segundo dia (18) de eventos, a Gigante das Buscas apresentou várias novidades relacionadas à plataforma Daydream, de realidade virtual (ou “virtual reality” — VR), e à Tango, de realidade aumentada (ou “augmented reality” — AR).

Versão 2.0 da plataforma VR da Google chama Euphrates

Em primeiro lugar, a apresentação destacou que o Tango (antes chamado de Project Tango) vem sendo usado como peça fundamental no rastreamento de movimentos e posição sem o uso de sensores físicos. Chamada de WorldSense, essa tecnologia vem sendo utilizada tanto em VR quanto em AR.

Já o Daydream chega à versão 2.0 com o nome Euphrates e amplia seus recursos, assim como a presença em mais dispositivos móveis. Além de estar disponível nos Galaxy S8 e S8+ da Samsung, o software deve aparecer em celulares da LG, Motorola e ASUS e nos headsets independentes da HTC e da Lenovo.

Chrome VR, Google Cast e YouTube VR

O Euphrates trabalha com três frente básicas, que é a criação de suporte para os headsets independentes, produção de conteúdo e de opções de compartilhamento da experiência imersiva, tanto para usuários da plataforma quanto para os que estão fora.

YouTube terá 'salas de convivência' para você comentar atrações enquanto assiste com outras pessoas

Os gadgets vão rodar com Android O e painel dedicado, incluindo ferramentas de busca e navegação em uma versão própria de browser, o Chrome VR, para que boa parte do material disponibilizado para VR esteja disponível em um só local, com o uso de suas informações da versão “tradicional”. Isso vai permitir também que você acesse o Chromecast e compartilhe o que está vendo em tempo real para outra tela, algo semelhante ao espelhamento de computador para TV do Google Cast, só que envolvendo a VR.

Compartilhamento com o Google Cast VR

O YouTube VR vai trazer uma “sala de convivência”, onde será possível você comentar enquanto usa serviço com outras pessoas que estiverem “ao seu lado” por ali. Isso também vem para aumentar a utilização da plataforma de uma maneira “mais social” — algo quente nesses tempos de grande audiência na transmissão de jogatinas online, por exemplo.

Grupo comentando uma atração em comum no YouTube VR

E para os desenvolvedores?

É claro que para oferecer todas essas novidades a Google precisa também disponibilizar ferramentas. O Instant Preview vem para que os programadores possam fazer alterações no computador enquanto o resultado está sendo projetado em um headset, tudo isso em questão de segundos.

Outra tecnologia para o auxílio de desenvolvedores é a Seurat, que renderiza cenas com alta fidelidade em dispositivos VR, em tempo real, a partir de um esquema criado pela Lucasfilm para levar a qualidade de uma produção de cinema — como a de “Rogue One: Uma História Star Wars” — para o mundo imersivo dos aparelhos com o Daydream.

Para encerrar, a companhia de Mountain View adiantou que vem incentivando a distribuição das novas aplicações em VR e AR para todos os tipos de aparelhos. O Chrome VR já deve funcionar muito em breve, e uma versão do Chromium com aplicações AR está sendo testada neste momento.