O gênero MOBA (Massive Online Battle Arena) é amplamente conhecido no mundo gamer. League of Legends, DotA 2 e Smite são apenas alguns dos exemplos de jogos que exploram as intensas batalhas entre jogadores. Além de sucesso de público, o último estudo publicado pela EEDAR revelou que esta classificação trará mais lucro em 2015 que outros gêneros já estabelecidos no mercado, como o MMORPG.

A expectativa, segundo os especialistas, é que o faturamento total de MOBAs supere todos os demais gêneros “free-to-play” do mercado norte-americano, gerando um lucro de US$ 501 milhões até o final de 2015. MMORPG ficaria muito perto em segundo lugar, com US$ 499 milhões, enquanto que jogos de tiro ficariam em terceiro com US$ 237 milhões.

O estudo chegou a esses valores se baseando nos dados de comportamento da comunidade que se aventura pelo MOBA. Em 2014, a EEDAR fez um levantamento sobre os principais itens de consumo que os jogadores compravam nos jogos gratuitos por meio das microtransações.

Todos os resultados da pesquisa foram disponibilizados em inglês no site oficial da EEDAR. Abaixo comentamos alguns dos principais pontos abordados pela empresa e o quanto eles representam o comportamento dos jogadores de MOBA.

Os itens mais consumidos

Um dos pontos mais impactantes das microtransações é em que categoria eles estão inseridos. League of Legends, Smite e DotA 2, por exemplo, contam com itens cosméticos para customizar seus personagens, e eles representaram 36% das compras dos jogadores de MOBA em 2014.

De outro lado, um modelo utilizado no game da Riot Games é a rotação semanal de campeões, bloqueando e desbloqueando novos personagens para os jogadores testarem. DotA 2 e Heroes of Newerth já disponibilizam todos os personagens gratuitamente, mas mesmo assim o faturamento desse tipo de compra representou 20% do total .

Em terceiro lugar, com 10% do total faturado, estão os famosos “boosts” para aumentar os pontos de experiência para liberar novos conteúdos. Nas demais categorias, vemos outros tipos de cosméticos sendo muito comprados, além de modos exclusivos e itens relacionados a eSport.

Os itens e seus gastos médios

Outro ponto interessante avaliado pela pesquisa é o quanto um usuário gasta em média por cada um dos itens. Segundo a EEDAR, cada jogador de MOBA gasta cerca de US$ 24,92 na compra de cosméticos para seus personagens, enquanto a compra de heróis está em segundo lugar com US$ 18,48.

Os jogadores que compram pela “ajudinha” em pontos de experiência investiram cerca de US$ 17,63 no ano passado. Os itens aleatórios, muito comuns em DotA 2, aparecem na quinta colocação com US$ 15,20.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: