(Fonte da imagem: Microsoft)

O grupo de hackers LulzSec, que ultimamente vem atacando sistematicamente órgãos governamentais e desenvolvedoras de jogos, publicou um arquivo com logins e senhas de usuários do Xbox LIVE. Além da rede do console da Microsoft, informações de acesso ao Facebook, PayPal e Twitter também estão inclusas no documento, que atinge aproximadamente 62 mil contas, em sua maioria americanas.

De acordo com a rede de notícias CBC, os dados foram publicados em diversos sites de compartilhamentos de arquivos e foram baixadas “milhares de vezes” antes de serem retiradas do ar. De acordo com o LulzSec, as informações teriam sido utilizadas por diversos usuários para fins “nefastos”.

A Microsoft se pronunciou afirmando que a Xbox LIVE não foi hackeada, e que os logins e senhas divulgados não correspondem a usuários reais. “Não temos provas de que [o serviço foi invadido]. O grupo parece ter postado uma lista de milhares de endereços de email e senhas, e encoraja os usuários a tentar acessar [a rede] na esperança de que algum usuário utilize a mesma combinação em mais de um [local]”, conclui o comunicado oficial.

Guerra Mundial do Cibercrime

O LulzSec é um grupo hacker de origem desconhecida, que seria dissidente do Anonymous, responsável pelo ataque à PlayStation Network. Os criminosos agem sem motivo aparente e afirmam atuar apenas “para se divertir”. Sites da CodemastersBethesda e até mesmo a CIA já foram alvos de ataques.

O grupo de hackers publicou hoje uma declaração "formal" de guerra às empresas e órgãos governamentais, convidando qualquer um que queira se engajar na "luta pela liberdade na internet". Segundo o LulzSec, a prioridade da operação é obter emails e senhas de membros-chave do governo, bancos e outras multinacionais.

Via Baixaki Jogos

Cupons de desconto TecMundo: