Apesar de as empresas expostas geralmente torcerem o nariz para a prática – muitas vezes negando a veracidade das informações –, o vazamento de dados sobre futuros anúncios no setor de tecnologia é algo relativamente corriqueiro. Porém, essa história pode ter chegado a um novo patamar com uma vazão de documentos histórica envolvendo dois grandes nomes do mercado mobile asiático: Huawei e Xiaomi. Isso porque, supostamente, ambas as companhias tiveram todo seu cronograma interno de lançamento de produtos para 2015 exposto na web.

Bastante detalhada, a lista relacionada à Huawei contempla desde seu badalado P8 – que chega esse mês lá fora, sem previsão para o mercado brasileiro – até uma nova versão de seu Honor, com tela Full HD de 5 polegadas, chip da Hisilicon e programada para dezembro. Se o vazamento for verdadeiro, a fabricante chinesa teria uma agenda apertada até quase o mês de agosto, com pelo menos nove novos smartphones sendo disponibilizados para os consumidores nesse período.

Opções de montão

A Xiaomi é um pouco mais contida que a sua conterrânea no número de lançamentos, mas nem por isso as informações são menos surpreendentes. Aparentemente, poderíamos estar muito próximos do anúncio oficial de seu Mi4s, que seria divulgado no mês de junho. Um documento mais detalhado indica que esse aparelho traria um upgrade considerável para o atual top de linha da empresa, fazendo uso do Snapdragon 810, apresentando bordas finíssimas e adicionando um potente estabilizador ótico à sua câmera traseira de 13 MP.

Porém, esse dispositivo, que traria ainda uma tela de 5 polegadas FHD e uma selfie cam de 4MP, parece ser apenas um aperitivo até a chegada do grande astro da Xiaomi em 2015: o poderoso Mi5, agendado para chegar às prateleiras pouco antes do Natal. O flagship definitivo da companhia neste ano traria o colossal Snapdragon 820 – ainda em desenvolvimento pela Qualcomm –, um display QHD de 5,2 polegadas e uma nada modesta câmera principal de 20,2 megapixels.

Entre esses dois itens, a chinesa teria ainda novas versões de outras de suas linhas de aparelhos, como o Xiaomi Redmi Note 2 e o Redmi Note 2 Pro. Esse último modelo supostamente teria uma tela FHD de 5,5 polegadas e um processador 64-bit Snapdragon 615, enquanto o primeiro – mais barato – ficaria com um display de mesmo tamanho, com resolução 720p, e traria em suas entranhas um chip mais humilde, o Snapdragon 410. Ambos devem ser equipados com sensores de 13 MP (traseiro) e 5 MP (frontal) para garantir boas fotos.

Claro que esses são apenas rumores, já que nenhuma das empresas confirmou até o momento se os dados vazados são reais ou apenas fruto de alguém querendo sacodir o mercado de smartphones para além de lançamentos de empresas mais tradicionais mundialmente, como Apple, Samsung e LG. Supondo que as listas são verdadeiras, você pretende guardar dinheiro para algum desses itens? Deixe seu comentário mais abaixo.

Cupons de desconto TecMundo: