(Fonte da imagem: Tecmundo)

Não é fácil ser vocalista do Iron Maiden. E dono de uma marca de cervejas. E historiador. E piloto. E mais coisas que nem o mais sábio dos empreendedores imagina. Tudo isso no talento de um único nome: Bruce Dickinson, que deu show nesta terça-feira, na Campus Party 2014. O Tecmundo esteve no meio do alvoroço para conferir os dizeres do mestre.

O cantor de uma das maiores bandas de heavy metal da história palestrou no palco central do evento e deu um pitaco sobre o “pequeno enorme” universo que gira em torno da rotina de uma única personalidade – que certamente se ramifica em diversas facetas.

Na palestra, de longe a mais lotada da Campus Party 2014 até aqui, o vocalista estava vestido a caráter de um executivo e falou sobre as diversas nuances que envolvem o espírito empreendedor. Dickinson, para quem não sabe, é executivo, piloto, historiador, compositor, esgrimista, radialista, autor, roteirista e se aventura como diretor de marketing também. O cara é bem, mas bem mais que o Super-Homem.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Dono de tudo

Dickinson é um investidor de dar inveja. O executivo investiu na fundação da empresa de aviação executiva Cardiff Aviation, no Reino Unido, criada em parceria com Mario Fulgoni. A expectativa é que, no período de cinco anos, ao menos mil funcionários estejam trabalhando ativamente na companhia.

Como se não bastasse, o vocalista investe seu tempo no campo executivo e é “só” o vocalista do Iron Maiden, talvez o maior negócio de Dickinson – e o Brasil é um dos maiores mercados da banda. Desde 2002, o músico se aventurou também no marketing como proprietário da PIP Printing & Marketing Services e na Printworx.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

A importância de transformar clientes em fãs

Com uma verdadeira faceta multidisciplinar, Dickinson, em sua palestra, ressaltou a importância de se estabelecer uma relação íntima com o cliente e transformá-lo em um fã.

Segundo o vocalista, um cliente “pode ser chato”, ao passo que um fã “é o seguidor de que todos precisam”. Ele também enalteceu a importância de se criar algo com valor nesse processo.

“É preciso ter valor. Você vê valor numa secretária bonitona se ela só for bonita? Num smartphone parrudo se ele não fizer ligações? Num avião todo pomposo se ele não oferecer segurança? Não. Em qualquer negócio, ache coisas de valor, de confiança. Assim é que se estabelece uma relação duradoura em que você constrói uma base de fãs”, declarou.

Cervejeiro de primeira

Faltou citar que Dickinson é também dono de uma marca de cervejas: Trooper, que leva o batismo de uma das músicas (que depois virou single) mais consagradas da banda, “The Trooper”.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Perguntado sobre a possibilidade de ter mais ideias geniais para seus negócios, o vocalista foi enfático – com uma pitada de ironia – na resposta: “Bem, temos muitas cervejas para tomar aqui. Fizemos muitas coisas, agora é continuar o trabalho com o que já foi criado e sempre ouvir nossos fãs. E ah, tomar cerveja”, brincou o cantor.

Clique aqui para ser redirecionado ao site da marca de cervejas do Iron Maiden. Mas não contem nada disso ao Super-Homem. Clark Kent vai morrer de inveja por ser apenas um jornalista nas horas de folga.

Cupons de desconto TecMundo: