Um dos grandes problemas das motocicletas é que, bem, elas dependem de um ser humano manuseando-as na maior parte do tempo para que elas mantenham o equilíbrio. A BMW, com seu conceito BMW Motorrad Vision 100, já sugeriu que isso pode não ser mais uma verdade no futuro – e a Honda foi além, provando que as leis da física podem ser dobradas com a ajuda da tecnologia.

Para isso eles mostraram, na CES, uma moto que se equilibra sozinha e, além disso, é capaz de andar sozinha e te seguir por aí, como se fosse seu animal de estimação.

Tão bonitinha!

A proeza é alcançada com a ajuda do mesmo sistema que foi utilizado no Uni-Cub, um uniciclo que parece um piniquinho elétrico para você sair andando por aí, e no robô ASIMO. A Honda explica que o sistema funciona como um giroscópio, mas não se trata exatamente de um porque o acessório acrescentaria muito peso à motocicleta.

Na verdade, quando a moto está parada, a suspensão dianteira automaticamente é abaixada e adaptada para aumentar a estabilidade enquanto, em paralelo, ajustes precisos no guidão são feitos para os lados de forma a garantir que a moto esteja sempre balanceada, com ou sem alguém sobre ela.

Imagine quando você (ou alguém que você conheça) para a bicicleta ou anda bem devagarzinho mantendo-a em pé – o princípio é quase o mesmo, só que feito de forma automatizada.

A função de “direção autônoma” da moto, por enquanto, serve muito para imitar o que os carros elétricos devem fazer no futuro, de sair por aí sozinhos encontrando uma vaga.

Não há qualquer previsão de que a tecnologia seja disponibilizada nas motocicletas da Honda no futuro, mas, não sendo a primeira vez que vemos algo parecido, já dá pra ter uma ideia de como as motocicletas do futuro poderão ser.