Em março de 2016 a BMW revelou para o mundo como é sua visão de como os carros serão daqui 100 anos – além de comemorar o centenário da marca – e ele se chamava BMW Vision Next 100. Agora foi a vez da divisão de motocicletas da montadora, a BMW Motorrad, mostrar como vê o mundo das duas rodas no próximo século.

O resultado foi a BMW Motorrad Vision Next 100 e ela é uma moto tão segura e avançada que, pelo visto, vai dispensar até mesmo o uso de capacete. Isso porque ela vai contar com uma série de sistemas de segurança que vão prevenir acidentes graves com os motociclistas, como é o caso da tecnologia (ou feitiçaria) que não vai permitir que a moto caia, esteja ela andando ou parada.

Dessa forma, a BMW espera que as motos já fiquem substancialmente mais seguras. Para complementar, a motocicleta conta com uma central que “calcula” em tempo real os limites de manobra e dá seus pitacos para que o motociclista faça as correções necessárias ou, em casos extremos, atua de forma ativa para evitar acidentes. É como uma auxílio de estabilidade e controle de tração em carros.

Já que você não vai usar um capacete, a BMW Motorrad desenvolveu um visor especial que, além de proteger seus olhos de possíveis objetos, também mostra todas as informações que você precisa – como um Google Glass com propósitos bem específicos.

Esse óculos é controlado pelos movimentos dos olhos e pode mostrar, por exemplo, imagens da parte de trás da moto (como um retrovisor), informações de navegação e até mesmo a telemetria que vai sugerir o quanto você deve inclinar ou acelerar sua Vision Next 100.

Para fechar o pacote, o visor também serve para alertar o motociclista de possíveis perigos na pista ou até mesmo para prepará-lo em caso de colisões iminentes.

O traje também não é feita de couro de canguru e nem vem cheia de proteções de titânio ou plástico como o que vemos hoje na galera que anda de superbikes por aí. Ele é mais confortável e acompanha o pacote tecnológico do resto do conjunto: algumas partes da roupa vai vibrar ou acender caso tenha alguém em seu ponto cego.

A estrutura da BMW Motorrad Vision Next 100 conta com uma característica variável, o que significa que todo o quadro da moto ajuda no processo de condução e de curvas. Até mesmo os pneus são tecnológicos: eles se adaptam aos diferentes tipos de terreno, pois funcionam também como os amortecedores.

O propulsor elétrico foi inspirado no conhecido motor boxer, que equipa alguns modelos da BMW, e também adapta seu formato. Quando a moto está parada, ele fica compacto, mas se expande quando a motocicleta está andando, ajudando a proteger as pernas do condutor, além de contribuir para a parte aerodinâmica e também ajudar no resfriamento do sistema de propulsão.

Edgar Heinrich, chefe de design da BMW Motorrad, explicou que essa é a visão da divisão para o motociclismo. “Para nós, andar de moto significa muito mais do que a simples mobilidade – é um estilo de vida, um espírito aventureiro, a experiência análoga definitiva em um mundo cada vez mais digital”, disse o executivo.

Com a mostra da BMW Motorrad Vision Next 100, a BMW fechou o seu pacote de conceitos que comemoram os 100 anos da marca e que mostram o que podemos esperar para o próximo século.