DiDi Chuxing é uma empresa da China que presta serviços na área de tecnologia e transporte privado por meio de aplicativos para Android, iOS e Samsung Galaxy Apps. Ela é tão popular que assumiu as operações chinesas da Uber em 2017. Em janeiro deste ano, adquiriu o controle da brasileira 99 e, em abril, anunciou sua chegada ao México, segundo maior mercado latino.

De acordo com nota emitida na ocasião da compra da 99, “esses investimentos marcam um passo significativo na execução da estratégia global da DiDi. A companhia fechou parcerias com sete empresas internacionais, em uma rede que atende mais de mil cidades e atinge mais de 60% da população mundial".

1

Somado ao seu posicionamento agressivo nos negócios, ela também fez investimentos substanciais em inteligência artificial e desenvolvimento de veículos autônomos. Nesse sentido, parece sintomática sua presença no território americano. Não é à toa que a gigante chinesa quer testar seus carros no estado onde fica a “Meca” da tecnologia: o vale do Silício, em São Francisco.

Trata-se de uma expansão geográfica dos asiáticos, que aparentam ter fôlego financeiro para fazer frente à Uber.

2

Seu esforço bem-sucedido para garantir uma licença de teste de carro autônomo da Califórnia a coloca muito mais perto de seus objetivos de ter veículos funcionais dessa espécie e lhe dá uma pequena presença no cenário dos Estados Unidos.

Vale dizer que a iniciativa em autorizar tais testes veio acompanhada de críticas. Em março, um pedestre foi atropelado e morto por um desses automóveis, pertencente à Uber, enquanto caminhava numa rua escura.

Além de DiDi Chuxing, outras empresas chinesas, como a Baidu, adquiriram as licenças necessárias para serem testadas no estado.

%MCEPASTEBIN%