Samsung pode estar se preparando para começar a fornecer os processadores Exynos que ela produz para outras fabricantes de celulares. As informações foram dadas por um executivo da companhia sul-coreana em entrevista à agência de notícias Reuters. Atualmente, os chips são utilizados apenas na linha Galaxy e em alguns aparelhos da chinesa Meizu.

De acordo com Inyup Kang, chefe da divisão de desenvolvimento de microprocessadores da Samsung, a expectativa é de que a empresa anuncie um novo cliente para a venda dos chips Exynos na primeira metade do próximo ano. É possível que uma dessas empresas seja a ZTE, que está proibida de comprar componentes da americana Qualcomm pelos próximos sete anos após não cumprir uma sanção imposta pelos EUA e vender tecnologia para Irã e Coreia do Norte.

Dois celulares.O Meizu M6s é um dos aparelhos da fabricante chinesa que utiliza os chips Exynos da Samsung.

Mas as negociações ainda estão em andamento e Kang diz que a Samsung continua conversando com todas as fabricantes sobre o caso. Oficialmente, a companhia diz que não é possível afirmar com certeza que qualquer acordo será fechado com a ZTE e que tem como política tratar igualmente todos os potenciais clientes.

Caso seja confirmada, a entrada da Samsung com mais força nesse mercado acirraria a concorrência entre ela e a Qualcomm, responsável pela série Snapdragon. A sul-coreana também pode expandir os negócios e fornecer chips para mais montadoras de carros autônomos, algo que ela faz atualmente ao vender processadores para a Audi.