Os câmbios automáticos vêm evoluindo num ritmo absurdo nos últimos anos, ganhando estruturas com cada vez mais marchas e com trocas mais suaves. Se a lógica for de “quanto mais, melhor”, a Honda com certeza estará um passo a frente quando se trata de carros, pelo menos: a montadora acaba de entrar com um pedido de registro de patente para uma transmissão com módicas 11 marchas.

O câmbio estará atrelado a uma estrutura de embreagem tripla – para se ter uma referência, boa parte dos veículos esportivos hoje lançados nos últimos anos utilizam embreagem dupla e 7 marchas sequenciais via paddle-shift. A quantidade pode até parecer demais num primeiro momento, mas faz todo o sentido, já que o sistema permite que o motor funcione mais tempo em uma faixa de rotações que resulte em eficiência máxima em termos de consumo de combustível e entrega de força.

É claro que, por se tratar de um registro de patente, a tecnologia talvez nunca chegue de fato a um carro da marca, mas a ideia não é nada ruim diante de uma necessidade cada vez maior de carros mais eficientes e, de quebra, que tenham uma emissão mínima de poluentes.

Agora, legal mesmo seria ver a confusão se Honda resolvesse lançar esse câmbio manual – quem gosta de caminhões vai entender bem do que se trata.

Cupons de desconto TecMundo: