Um filme do tamanho de “Star Wars” precisa de muita gente para funcionar, principalmente a galera que cuida dos efeitos especiais. Em 1977, então, o número de maquetes, objetos e cacarecos mecânicos para simular as naves, planetas, armas e outras parafernálias do filme eram ainda maiores. E eis que um dos mais famosos elementos da história de “Episódio IV — A Nova Esperança” vai agora à leilão, depois de ser surrupiado do set da saga de George Lucas: uma peça que fazia parte da Estrela da Morte e ficou guardada por 41 anos.

De acordo com a própria página onde está exposto no eBay, o item tem 60,3 centímetros de comprimento por 29,8 de largura e vai de  4,5 a 17,2 centímetros de altura, dependendo da seção. Há também um orifício e a raridade foi usada na cena em que as X-Wing de Wedge, Biggs e Luke Skywalker, entre outras naves rebeldes, atacam a estrutura do Império.

Confira:

death star star wars

E note que a peça parece ser a mesma que aparece durante a sequência abaixo, no canto inferior direito, aos 4m02:

Peça será leiloada nesta quinta-feira (24)

Para gravar a sequência acima, a Industrial Light & Magic dividiu a Estrela da Morte em vários pedaços de um grande painel. Muitas das partes foram parar no lixo ou simplesmente não resistiram ao impacto das filmagens. Uma delas foi resgatada por um funcionário, que escondeu-a consigo durante 37 anos.

Em 2014, o colecionador Steve Grad teve acesso à raridade e conseguiu validar sua autenticidade com duas cartas assinadas pelos designers originais, Lorne Peterson e Jonathan Erland. Agora, o Hollywood Memorabilia vai leiloá-la, nesta quinta-feira (24), data que coincide com a semana de lançamento de “Han Solo — Uma História Star Wars”.

death star wars

Especialistas estimam que o item deva chegar à casa dos milhares de dólares e você pode acompanhar — e até enviar sua oferta. Ah, sim, quem foi a pessoa que guardou a peça? Bem, esse é um segredo bem guardado em um galáxia muito distante, já que desde a venda inicial ela se manteve no anonimato.

Cupons de desconto TecMundo: