O que é nistagmo, doença dos olhos que limita a visão

4 min de leitura
Imagem de: O que é nistagmo, doença dos olhos que limita a visão
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

*Este texto foi escrito com base em informações de agências e autoridades sanitárias, hospitais e especialistas em saúde. Se você ou alguém que você conhece possui algum dos sintomas descritos aqui, nossa sugestão é que um médico seja procurado o quanto antes.

No Twitter, o fato que um integrante do grupo Black Eyed Peas ter a visão gravemente comprometida foi parar nos assuntos mais comentados das últimas semanas. O rapper apl.de.ap, de ascendência filipino-americana, sofre de nistagmo, condição que afeta gravemente a visão.

No caso do cantor, quando está no palco ele consegue enxergar apenas formas indefinidas, como diz em entrevista para a ABC News. Por conta disso é considerado legalmente cego pelo sistema de saúde dos Estados Unidos. Em 2012 o artista passou por uma cirurgia como parte do seu tratamento.



Nistagmo é uma condição que provoca o movimento incontrolável dos olhos. Pessoas com essa condição tem dificuldade em focar a vista em um ponto. Por isso podem adotar hábitos como inclinar ou virar a cabeça, que ajuda a aclarar a visão.

Se a doença for congênita, ela começa ainda na infância. Bebês entre 6 semanas e 3 meses de idade podem apresentar os primeiros sintomas. Nesses casos, a tendência é de que ambos os olhos sejam afetados. Crianças portadoras dessa condição costumam enxergar os objetos embaçados.

Nistagmo também pode ser adquirida na vida adultaNistagmo também pode ser adquirida na vida adultaFonte:  Shutterstock 

Por outro lado, existem pessoas que podem adquirir o nistagmo ao longo da vida. Isso pode ser provocado por condições médicas graves como, por exemplo, abuso de drogas ou álcool. Esses pacientes costumam relatar que têm a visão tremida.

Causas do nistagmo

As condições capazes de causar a doença não são claras em todos os casos. A maioria dos quadros clínicos aponta que o problema esteja relacionado a outros problemas oculares.

Existem características que favorecem o acometimento do nistagmo, como albinismo, quadros de catarata, estrabismo e problemas de foco, bem como síndromes que acometem o ouvido interno.

A forma adquirida pode ser provocada por doenças como esclerose múltipla ou pela ocorrência de lesões na cabeça ou AVC. Certos medicamentos, como lítio e anticonvulsivos podem levar ao nistagmo como efeito colateral, bem com o uso de álcool e drogas ilícitas.

Sintomas

Nos seres humanos o cérebro é o responsável por controlar o movimento dos olhos. Além da capacidade de mover o olhar de forma consciente, nossa central de comandos também gera impulsos automáticos.

Isso acontece, por exemplo, quando giramos a cabeça levemente, mantendo o foco em um objeto. Os olhos também se movem, para estabilizar a imagem que observamos, mantendo a nitidez do objeto.

Em pessoas com nistagmo, essas zonas do cérebro não funcionam da forma idônea, e por isso os olhos são bombardeados de comandos confusos e se movimentam involuntariamente, seja de um lado para o outro (horizontal), de cima para baixo (vertical) ou em círculos (rotativo).

O nistagmo pode aparecer nos primeiros meses de vida (Fonte: Shutterstock)O nistagmo pode aparecer nos primeiros meses de vida (Fonte: Shutterstock)Fonte:  Shutterstock 

Geralmente a condição atinge ambos os olhos e também causa sensibilidade à luz, tonturas, problemas de visão, principalmente no escuro, e a sensação de que o mundo está tremendo. Para aplacar o movimento, é comum que os pacientes adquiram o hábito de segurar a cabeça.

Diagnóstico

Apenas um oftalmologista pode diagnosticar a doença. A avaliação do paciente inclui exames de vista e do interior dos olhos e pode se estender para a investigação sobre outros problemas.

Um teste comum consiste em girar o paciente por 30 segundos e depois pedir que o mesmo olhe para um objeto. Aqueles que são acometidos pelo problema moverão a pupila de forma característica.

O especialista também pode fazer o registro do movimento ocular, para confirmar o tipo de nistagmo, e solicitar exames adicionais de ouvido, neurológicos, tomografias e ressonâncias magnéticas.

Tratamento

As diferentes causas da doença exigem tratamentos variados, e por isso é importante que o paciente tenha acesso à um bom diagnóstico. Se a condição é congênita, não existe cura, mas os sintomas podem ser aliviados com uso de óculos ou lentes de contato.

Em raros casos podem ser feitas intervenções cirúrgicas. Elas têm o objetivo de mudar de lugar os músculos responsáveis por mover o olho e evitar, assim, que o paciente necessite girar muito a cabeça para compensar o problema.

Nos casos adquiridos algumas vezes o nistagmo pode desaparecer, mas isso só acontece quando a condição que a origem da condição foi revertida. Por isso, muitas vezes, quando a causa é identificada, o oftalmologista direciona os esforços do tratamento para ela, e não para a condição em si.

O nistagmo é uma condição séria de saúde que pode trazer transtornos para quem sofre dos seus sintomas, como no caso do rapper apl.de.ap da Black Eyed Peas. Na maioria dos casos a condição não tem cura.

Mas ainda assim, a busca por um diagnóstico adequado e o acesso a um tratamento de qualidade pode melhorar a qualidade de vida dos pacientes e permite que eles tenham uma vida de qualidade.