Córnea sintética devolve visão a um paciente cego

1 min de leitura
Imagem de: Córnea sintética devolve visão a um paciente cego
Imagem: NS Medical Devices/Reprodução
Avatar do autor

Após passar por um procedimento inovador de implante de córnea, um paciente cego de 78 anos recuperou a sua visão. Desenvolvida pela empresa israelense CorNeat, a técnica KPro é a primeira capaz de integrar uma córnea sintética diretamente na que foi danificada ou deformada, sem usar tecido doador.

Embora os implantes de córneas artificiais não sejam uma novidade, trata-se de um procedimento invasivo, que geralmente é adotado em últimos casos. O KPro, por sua vez, oferece menos riscos e exige menos cortes na área. Em linhas gerais, é uma cirurgia bem mais simples e que dura em torno de uma hora.

Procedimento simples com resultados melhores

Além disso, durante o procedimento, usa-se um material biomimético que “estimula a proliferação celular, levando à integração progressiva dos tecidos”, conforme explicação da empresa. Esse processo dura algumas semanas e, ao final dele, a nova córnea fica totalmente integrada ao olho do paciente. Além de reduzir o tempo de recuperação, isso ainda possibilita melhores resultados. Na animação abaixo, é possível conferir como que o implante funciona.

O paciente de 78 anos foi o primeiro a testar a tecnologia. No entanto, a CorNeat afirma que mais 10 pessoas também foram aprovadas para testes em Israel. A empresa ainda tem 2 seleções no Canadá e 6 na França, Estados Unidos e Holanda.

“Depois de anos de trabalho árduo, ver um colega implantar o CorNeat KPro com facilidade e testemunhar outro ser humano recuperar a visão no dia seguinte foi eletrizante e emocionalmente comovente, havia muitas lágrimas na sala”, disse o cofundador da empresa, Dr. Gilad Litvin.

Córnea sintética devolve visão a um paciente cego