Microsoft enviou recentemente um email ao igualmente controverso e icônico Markus “Notch” Perssons. No texto, a empresa pedia que Notch incluísse o seu Minecraft entre os programas certificados para o vindouro Windows 8.

Bem, o designer não apenas se negou, como ainda aproveitou a oportunidade para disparar: “Eu disse a eles para pararem de tentar arruinar o PC como plataforma independente”, disse Perssons via Twitter. “Eu prefiro não ter Minecraft rodando no Windows 8 do que ceder a isso.”

Notch ainda completou: “Talvez nós possamos convencer algumas pessoas a não mudar para o Windows 8 dessa forma”. Embora não seja compulsória, a certificação de programas é algo feito pela Microsoft desde o lançamento do Windows XP. Trata-se de tentar assegurar padrões de qualidade e compatibilidade.

No total, há 52 quesitos que precisam ser observados por qualquer desenvolvedor que pretenda certificar um software para o Windows 8 — incluindo “não reiniciar o sistema”, “operar com a versão de 64-bits” e “trabalhar com múltiplos logins”. Embora nada tenha sido divulgado sobre as cobranças específicas feitas a Notch, uma coisa é certa: no que se refere ao novo sistema operacional, Minecraft agora é um programa "rebelde".

Fonte: PCgamesn

Via BJ