Imagem de Need for Speed World (Fonte da imagem: Baixaki Jogos)

Após a Valve anunciar que liberaria alguns games gratuitamente no Steam, vários estúdios se manifestaram positiva e negativamente à decisão da empresa de oferecer títulos sem cobrar por isso. No entanto, enquanto alguns estúdios veem esse caminho da indústria como um erro, outros acreditam que pode ser uma nova forma de arrecadar dinheiro.

De acordo com o chefe da EA Games, Frank Gibeau, os chamados jogos Free to play podem ser tão lucrativos quanto produções lançadas para console. Tanto que, segundo ele, a Electronic Arts – que também é proprietária da rede de distribuição digital Origin –, irá investir muito mais nesse segmento do mercado.

Gibeau falou ao site Games Industry que a estratégia da companhia é trabalhar em torno desses games que exigem baixos custos, mas que conseguem trazer um bom retorno por conta das microtransações existentes. Ele cita o exemplo de Need for Speed World, um MMO inspirado na famosa franquia de corridas. Para o presidente da desenvolvedora, o jogo usa um motor gráfico não tão avançado, mas consegue ter cerca de 17 milhões de usuários.

Segundo Gibeau, o público deseja comprar seus games de formas diferentes, ou seja, não somente adquirindo a mídia física. Por conta disso, vale a pena as demais empresas investirem em jogos gratuitos que tenham outro tipo de atrativo para incentivar os usuários a consumirem.

Via Baixaki Jogos

Cupons de desconto TecMundo: