Pensando nos tipos de DLCs que veremos chegarem para Quantum Break quando o game for lançado? Pois pode esquecer: a Remedy não tem quaisquer planos de trazer conteúdo adicional ao título – o que não quer dizer que ela não tenha planos de expandir o universo da série, no entanto.

"Existem sempre muitas ideias que são discutidas na fase inicial do desenvolvimento – muito mais do que é humanamente possível encaixar num só jogo. Dito isso, estamos muito contentes com o jogo que iremos ter nas lojas, mas existiram desafios”, explicou Thomas Puha, diretor de comunicação da Remedy, em entrevista à Red Bull. “Não temos quaisquer planos para conteúdos adicionais, mas isso não significa que não temos muitas ideias para o futuro de Quantum Break", continuou ele.

É bom não se animar demais com essa declaração sendo a “garantia” de uma nova franquia, no entanto. Como notado pelo próprio Puha, essa decisão ainda está nas mãos da Microsoft, que é a dona da PI; não que a empresa não vá se interessar na possibilidade de uma continuação, mas isso quer dizer que o sucesso do game vai contar ainda mais nas chances de a série conseguir prosseguir com uma sequência.

"A Microsoft é a dona da PI Quantum Break, por isso o futuro está nas mãos deles. O mais importante para nós é fazer o jogo o mais espetacular possível, esperamos que os jogadores gostem e veremos o que o futuro trará."

Quantum Break é uma exclusividade do PC e do Xbox One. O game chega no dia 5 de abril.

Você é a favor ou contra DLCs? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: