A Microsoft anunciou nesta quarta-feira (19) por meio de uma postagem em seu blog oficial que o Bing agora dá suporte a páginas mobile aceleradas no formato AMP, da Google. Essa tecnologia comprime e simplifica páginas web, especialmente de notícias, para que elas possam carregar mais rapidamente em smartphones.

Esse recurso já era suportado pelo app do Bing para Android e iOS, mas agora estará disponível também no Bing para navegadores web em todo tipo de plataforma. Isso quer dizer que, ao buscar diretamente no seu browser de preferência, o usuário do Bing poderá também aproveitar tempos de carregamento menores e ainda economizar dados móveis.

A Google está abrindo a gestão do AMP

A adoção dessa tecnologia da Google no buscador da Microsoft pode ser um tanto curiosa, mas ela vem logo após a notícia de que a Google está abrindo a gestão do AMP. Em vez de a empresa ter controle total sobre as decisões referentes ao recurso, um comitê com indicados por todas as empresas parceiras tomará o controle.

Isso deve incluir, além da Google, empresas como a própria Microsoft, Apple, Mozilla e outras que trabalham em navegadores compatíveis com o AMP. Não ficou claro quando a novidade estará disponível no Bing em todo o mundo para todos os navegadores, mas a distribuição está sendo iniciada a partir dos EUA.