A única forma de se prevenir contra desastres naturais é saber quando eles estão chegando e se preparar para enfrentar o pior. Se uma cidade é pega de surpresa, as chances de muitas mortes acontecerem são grandes. Para minimizar os efeitos devastadores que a natureza pode impor, uma série de laboratórios pelo mundo pesquisa como esses desastres acontecem.

Além de tentar prevenir desastres através do conhecimento, outros centros de pesquisa lidam com a “fúria da natureza” de outra forma, como as companhias que desenvolvem tecnologias para enfrentar condições climáticas extremas, como as dos polos da Terra. O pessoal do Gizmodo selecionou alguns laboratórios que simulam em ambientes controlados certas forças da natureza, e o TecMundo traz para você os melhores destaques.

1. Aker Artic Technology na Finlândia

Essa companhia desenvolve navios que conseguem navegar em águas congeladas quebrando o gelo da superfície para alcançar até mesmo as regiões mais inacessíveis. O laboratório deles tem uma piscina de 75 metros de comprimento com a superfície congelada para realizar testes em miniatura.

2. Guarda costeira dos EUA

Essa piscina de treinamento da guarda costeira dos EUA tem 50 metros de comprimento por 25 metros de largura. A profundidade é de 3,6 metros, o que garante uma capacidade de aproximadamente 3,7 milhões de litros de água. Tudo isso serve para treinar pessoal para resgate de embarcações naufragadas em alto mar.

3. Sobrevivência em aviação na Flórida

Esse equipamento tenta simular várias condições que podem ser enfrentadas por pilotos de aeronaves durante quedas em terra e em água. O braço robótico gira o protótipo de cabine para fazer tudo parecer mais real para os ocupantes.

4. Piscina de ondas

A marinha norte-americana mantém esse centro de pesquisa para entender como funcionam circunstancias extremas no mar. Esse lugar foi construído em 1962 e, recentemente, foi remodelado para se tornar mais moderno. A piscina é enorme, tem 110 m por 73 m e consegue manter 44,4 milhões de litros de água em movimento. Tem até uma pequena ponte.

5. Universidade Estadual de Oregon, EUA

Nesse laboratório da universidade norte-americana, ondas são estudadas em suas formas mais devastadoras: os tsunamis. Vários modelos de cidades foram construídos para que fosse possível observar o impacto da água em grande quantidade.

6. Universidade Estadual de Iowa, EUA

Nesse laboratório, a intenção é entender como tornados funcionam. Um modelo de cidade com prédios e casas entra em contato com o vento de uma turbina. Os pesquisadores avaliam as condições para que os moradores da região possam se proteger melhor em casos de tornados de verdade.

7. Simulador de terremotos em Miki, Japão.

Terremotos são comuns no Japão, e a construção civil do país precisa sempre desenvolver novas técnicas para levantar prédios mais seguros. Em Miki, uma cidade próxima a Kobe, um laboratório tem uma plataforma de simulação de terremotos que pode suportar prédios em escala real. Com isso, técnicas de construção podem ser testadas em um ambiente controlado para prevenir desabamentos.

Cupons de desconto TecMundo: