Quem estuda sabe o valor de um bom estágio. Nesse período, é possível entender muito da prática do mercado, enquanto se aprende a parte teórica por trás de tudo aquilo.

O site norte-americano Vault avalia empresas de diversos ramos, fornecendo comparativos e informações para que futuros empregados tenham uma ideia do que é trabalhar nesses lugares. A fim de listar as 50 melhores empresas para se fazer estágio nos Estados Unidos, foram entrevistados 12 mil estagiários e ex-estagiários de companhias dos EUA que lidam prioritariamente com tecnologia, os quais tiveram que julgar em termos gerais sua experiência em cada local.

No padrão utilizado, a nota 10 significaria um “estágio dos sonhos”, e uma nota 0 seria o mesmo que dizer “fuja desse lugar!”. Aqui, separamos 13 das empresas analisadas mais conhecidas, com suas notas e as posições que ocuparam nas pesquisas de 2017 e 2018, em relação às 50 firmas avaliadas.

1. Google (Nota 9,57)

Seja por suas políticas de cuidados com funcionários ou patinetes espalhados pela sede, o Google conseguiu se manter na primeira posição desde o ano passado.

2. Apple (Nota 9,24)

A briga entre Apple e Google segue por aqui, com a mesma segunda posição obtida no ano passado.

3. Facebook (Nota 8,87)

Sem grandes novidades na plataforma, para o bem ou para o mal, o Facebook conseguiu manter seu padrão entre estagiários e continuar na terceira posição por 2 anos consecutivos.

4. Microsoft (Nota 8,71)

Provando que sempre é possível melhorar, a Microsoft subiu uma posição em 2018, pulando do quinto para o quarto lugar.

5. Tesla (Nota 8,67)

Os recentes problemas que a empresa enfrentou não influenciaram a avaliação dos estagiários, que a mantiveram na quinta posição.

6. Amazon (Nota 8,48)

Na 7ª posição, a Amazon conseguiu evoluir desde o ano passado, quando alcançou o 11º lugar.

7. Netflix (Nota 7,97)

A Netflix entrou na lista em posição relativamente boa, ocupando o 12º lugar em 2018.

8. IBM (Nota 7,79)

Em relação à avaliação dos estagiários, a IBM não evoluiu muito desde o ano passado, subindo apenas 6 posições no ranking. Do 20º lugar para o 14º.

9. Intel (Nota 7,61)

A Intel seguiu os passos da IBM e evoluiu pouco nas notas, passando do 19º lugar para o 17º.

10. Linkedin (Nota 7,46)

Até ano passado a empresa não tinha sido avaliada, mas provavelmente algumas coisas mudaram após a compra dela pela Microsoft, fazendo com que a estreia fosse já na 24ª posição da lista.

11. Twitter (Nota 7,40)

Uma das principais redes sociais do mundo, o Twitter melhorou sua avaliação em relação ao ano passado, subindo do 25º lugar para o 13º.

12. HBO (Nota 7,34)

A empresa não participou da pesquisa em 2017, mas neste ano ocupou a 29ª posição.

13. Spotify (Nota 7,17)

Uma das maiores plataformas de streaming de músicas do mundo, o Spotify não foi avaliado em 2017, mas ficou no 35º lugar em 2018.