SEO, abreviação para Search Engine Optimization, é uma importante ferramenta utilizada por administradores de sites para tornar páginas mais relevantes do ponto de vista de buscadores, como o Google, e assim trazer mais tráfego. Quanto mais tráfego um site possui, mais relevante ele se torna, e esse é um dos motivos pelos quais o SEO é uma tática imprescindível para quem quer se destacar.

Aqui no TecMundo, por exemplo, como ocorre com muitas outras páginas web, utilizamos algumas técnicas que você pode adotar para o seu site  e algumas delas você confere a seguir.

SEO

Criando conteúdos relevantes

A principal maneira de começar a fazer um bom SEO é identificar o público-alvo do site em questão e, em seguida, entendê-lo. Ou seja, você só conseguirá produzir um bom conteúdo  incluindo um bom SEO  se tiver claras em sua mente as necessidades do seu público.

Assim, você pode ampará-lo em suas principais dores e, dessa forma, conseguir atrair cada vez mais gente e, consequentemente, ter um retorno financeiro maior por conta do aumento na quantidade de cliques que você vai experimentar. Está sem ideias? Há algumas ferramentas como o Answer The Public, que podem auxiliar nisso.

SEO

URL amigável

Já conseguiu desenvolver seu conteúdo de ponta para cada uma das suas páginas? Então é hora de otimizar seu site. Algumas das boas práticas que você pode adotar começam pelo próprio endereço da página.

O endereço padrão geralmente é um amontoado de números e letras que nada querem dizer. É como aqueles números de protocolos que é preciso anotar quando se faz uma solicitação em algum serviço como bancos e empresas de telefonia: eles identificam um requerimento no sistema, mas nada naqueles números mostra exatamente a que se refere a solicitação.

SEO

É possível, no entanto, colocar palavras que tornam a URL mais amigável. Como mostra a imagem acima tirada de uma página do TecMundo: mesmo não estando na página em si, você pode identificar sobre o que ela fala (que a CEO do YouTube acha que o Facebook não está mandando muito bem nos últimos tempos, não é mesmo?).

Isso você não conseguiria deduzir se a URL da mesma página fosse https://www.tecmundo.com.br/redes-sociais/127141yahdedSDwwhs234458.htm, por exemplo. Concorda?

Meta tags

O nome pode parecer um tanto estranho, mas meta tags nada mais são do que linhas de código que "etiquetam" suas informações. Dessa forma, ela deve ser uma das primeiras coisas que você precisa configurar na sua página, para que os robôs leitores dos buscadores consigam identificar cada uma das coisas que um site possui.

Nesse sentido, uma das principais tags que você consegue (e deve) configurar são as tags de título. A ideia é construir um título que chame atenção e que não ultrapasse 72 caracteres, pois buscadores como o Google só conseguem exibir certo número de letras. Logo, para não correr o risco de ter o seu título cortado quando um resultado é exibido, basta mantê-lo dentro do limite estipulado.

SEO

Além disso, é possível estipular palavras-chave. Também chamadas de keywords, essas palavras devem ser escolhidas com base no que seu público-alvo buscaria se estivesse realizando uma pesquisa na web. Se você usar um termo estratégico, maiores as chances de o seu site ser exibido nas primeiras páginas de pesquisa para uma determinada busca.

Então, recapitulando.

Basicamente o título...

SEO: boas práticas para melhorar o tráfego do seu site

...é melhor do que…

Para melhorar o tráfego do seu site, aprenda as melhores práticas de SEO

Porque a palavra-chave “SEO” aparece logo “de cara” na frase, e o restante do título está dentro do limite de caracteres.

SEO

Uma dica para saber qual termo é o mais pesquisado e, portanto, o que você deveria estipular como palavra-chave para a sua página, é o Google Trends. A ferramenta é online e gratuita e permite comparar termos. Dessa forma, você consegue saber se os usuários no Brasil pesquisam mais pelo termo “otimizar sites” do que “melhorar sites”, por exemplo (como na imagem).

Além disso, com o Google Adwords é possível identificar palavras-chave relevantes para o tema que você está tratando.

Por fim, também é possível configurar uma meta description, ou basicamente colocar uma descrição para o conteúdo da sua página. Assim, tanto o robô do Google quanto seus usuários podem identificar ainda mais do que se trata aquela página.

SEO

Vale lembrar que a meta description possui limite de caracteres, e recomenda-se que a frase fique entre 50 e 300 caracteres (não ultrapassando esse limite). Além disso, palavras-chave também devem ser incorporadas na descrição.

Na velocidade da luz

O tempo de carregamento de uma página na web também conta bastante quando o assunto é relevância. Isso significa que, se um site demora para carregar, o usuário não terá paciência para esperar e provavelmente vai abandoná-lo. Duvida? Um estudo feito pela Akamai mostra que cerca de 40% dos usuários saem de uma página se ela demora mais de 3 segundos para ser carregada.

SEO

Quando mais lentamente seu site carregar, maior a chance de a sua taxa de rejeição (também conhecida como bounce rate) aumentar. Isso significa que menos pessoas estão ficando, de fato, no seu site e interagindo com ele  ou seja, menos chances de conversão.

Como melhorar o quesito carregamento? A primeira coisa é identificar se o seu site realmente está lento. Para isso, é possível realizar o teste de velocidade com ferramentas online como o Page Speed Test e, assim, identificar pontos que podem ser melhorados.

O Google também possui uma ferramenta para auxiliar nesse quesito, a PageSpeed Insights.

SEO

Além disso, é possível testar a velocidade de carregamento para dispositivos móveis (considerando que grande parte dos usuários hoje acessam sites via smartphones e tablets, essa com certeza é uma medição que você vai querer fazer).

Design responsivo

Sim, isso conta muito. Como apontamos anteriormente, grande parte dos usuários de internet hoje acessam a rede via smartphones e outros dispositivos móveis. Isso significa, na prática, que se você tem um site ele deve ser responsivo. Ou seja, se ele for acessado via mobile, seu leitor não terá problemas de visualizar o conteúdo, ou enfrentar coisas que sites não otimizados sempre apresentam, como links de navegação minúsculos ou mesmo a falta de um menu inteligente.

SEO

Imagens falam mais que mil palavras

O uso de diversas imagens ao longo do texto contribui para a relevância de uma página. Além de tornar a leitura mais amigável, é possível configurar SEO para imagens, tornando-as pesquisáveis também.

Sempre que uma imagem é utilizada em um texto online, é importante que (em primeiro lugar) o nome do arquivo tenha relação com o tema. Então não utilize nomes genéricos para salvar as imagens como “imagem1” ou “image00”  isso não diz nada sobre ela.

SEO

É possível usar o atributo “alt” para dar uma descrição a mais para a imagem, melhorando o ranqueamento dela nas buscas. Também é importante tomar cuidado com o tamanho do arquivo, para que não interfira no carregamento da página.

Essas foram algumas técnicas que utilizamos por aqui. Mas saiba que há um universo de SEO para ser desbravado, com técnicas como sitemap, densidade de keywords, backlinks, quebra de textos em subtítulos (como fizemos neste texto que você acabou de ler), entre outros.

SEO

Felizmente, essas táticas estão a um clique de distância. E, graças a ferramentas como o Google, você pode aprender mais sobre SEO na própria internet e ter certeza de que os melhores sites são os que estarão em primeiro lugar nas pesquisas.

Você também pode saber mais sobre os requisitos exigidos pelo buscador mais famoso utilizando um guia desenvolvido pelo próprio Google.

Cupons de desconto TecMundo: