Já faz alguns anos que a IBM vem desenvolvendo sistemas de memória PCM (Phase-Change Memory) para ampliar as possibilidades conseguidas em smartphones e tablets. Agora, a companhia está anunciando grandes vitórias no processo de desenvolvimento, pois conseguiu demonstrar resultados confiáveis e que dão esperança aos cientistas.

Desta vez, os responsáveis conseguiram mostrar o armazenamento de 3 bits de dados por célula, sendo que isso conseguiu oferecer velocidade de leitura e escrita; durabilidade; não-volatilidade e densidade. Com isso, há expectativas de que os engenheiros da IBM consigam fazer dispositivos PCM capazes de substituir não apenas memória interna, mas também memória RAM.

Isso poderia acontecer por um motivo bem simples: a PCM é não-volátil e por isso pode salvar dados e manter o armazenamento mesmo após ser desligada (ótimo para memória interna), sendo também capaz de dispensar e salvar arquivos com muita velocidade e em um número enorme de ciclos (ótimo para a memória volátil, como DRAM).

A PCM poderia substituir tanto RAM quanto memória interna

De acordo uma divulgação feita em 2011, a PCM pode ler e escrever dados a uma velocidade 100 vezes maior do que a Flash — como se não bastasse, a PCM também tem uma vida útil mais alta e permite até 100 milhões de ciclos de escrita. 

Memória PCM

Aplicações

De olho no mercado, a IBM espera que seja possível adicionar módulos de memória PCM nos smartphones em alguns anos — substituindo RAM e ROM com bastante facilidade e estabilidade, caso os avanços prossigam. Mas a fabricante também espera levar os módulos para outro mercado: o de computadores empresariais.

De acordo com um documento oficial, bases de dados poderiam ser totalmente armazenadas em sistemas PCM. Isso aumentaria a velocidade do processamento de dados e poderia elevar possibilidades para grandes centrais de aplicações — desde transações financeiras até pesquisas.

.......

Você acha que memória PCM pode dominar o mercado no futuro? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: