Nesta semana, o mundo todo ficou chocado com a brutalidade de um atentado terrorista realizado em Paris (França). Homens armados invadiram a sede do jornal Charlie Hebdo e executaram 12 funcionários da publicação — sendo que entre eles estavam alguns dos cartunistas mais respeitados do mundo e também pessoas-chave para o funcionamento da estrutura do jornal.

Hoje, uma notícia publicada no jornal The Guardian mostrou que a Google doou um valor próximo a US$ 300 mil para ajudar na publicação de um milhão de exemplares, que serão impressos para uma edição especial de luto. O dinheiro também será utilizado para ajudar o Charlie Hebdo a manter-se ativo, mesmo com as dificuldades que devem ser enfrentadas a partir de agora.

Além da Google, outras empresas de mídia estão envolvidas nesse suporte para o periódico francês. Entre as principais estão o jornal Le Monde, a France Telévisions e também a Radio France. Vale lembrar que apesar de a edição especial ter a tiragem de um milhão de cópias, geralmente o jornal semanal possui apenas 60 mil delas.

Cupons de desconto TecMundo: