Sequência inicial do filme de Deadpool foi renderizada com GPUs da NVIDIA

1 min de leitura
Imagem de: Sequência inicial do filme de Deadpool foi renderizada com GPUs da NVIDIA
Fonte: WCCF Tech
Avatar do autor

Um dos maiores sucessos cinematográficos do começo de 2016, Deadpool vem agradando tanto ao público quanto à crítica. O que poucos sabem é que a sequência de abertura do filme, feita totalmente em CG, deixou a renderização com uso de CPUs de lado e foi feito com o uso de GPUs da NVIDIA.

O diretor do longa do Mercenário Tagarela é Tim Miller, cofundador de uma aclamada empresa de efeitos visuais e animações Blur Studio – empresa contratada para produzir o início de Deadpool. O primeiro passo para isso foi produzir os assets que seriam utilizados na sequência, o que foi feito por meio do Autodesk 3ds Max.

Já a renderização propriamente dita foi realizada no V-Ray RT, programa do Chaos Group que usa GPUs a NVIDIA e, segundo a fabricante de placas de vídeo, consegue concluir o processo até 15 vezes mais rápido do que softwares que usam CPUs. No caso de Deadpool, o Blur Studio utilizou workstations HP Z840 equipadas com GPUs Quadro M6000.

O que você achou dos efeitos de computador no filme do Deadpool? Comente no Fórum do TecMundo

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Sequência inicial do filme de Deadpool foi renderizada com GPUs da NVIDIA