The Last of Us Part II não terá expansões, segundo Neil Druckmann

1 min de leitura
Imagem de: The Last of Us Part II não terá expansões, segundo Neil Druckmann
Avatar do autor

A história de The Last of Us Part II teve seu fim decretado e provavelmente não terá nenhuma expansão. Neil Druckmann, diretor do jogo, confirmou que a Naughty Dog não tem planos para lançar nenhuma DLC que possa expandir o escopo do roteiro principal.

O comentário veio através da gravação de um podcast, no canal Kinda Funny Games, que também contou com a presença de outros atores envolvidos na franquia, como Troy Baker (Joel) e Ashley Johnson (Ellie). Confira a gravação do material na íntegra:

Quando questionado sobre uma possível expansão que poderia enriquecer ainda mais a trama do segundo título — algo similar com Left Behind, do primeiro The Last of Us —, Druckmann disse que atualmente não está nos planos da Naughty Dog lançar nenhum conteúdo extra que envolva a história principal.

"Com The Last of Us, eu penso que tínhamos algo como um passe de temporada ou alguma coisa relacionada a uma DLC da história", comentou o diretor. "Mas, não, não temos planos para DLCs em The Last of Us Part II".

Na gravação também foi comentado sobre um possível modo multiplayer e, embora o diretor não tenha fornecido detalhes específicos sobre o que esperar, ele parecia sugerir que a Naughty Dog está produzindo uma experiência online.

Vale pontuar que a desenvolvedora havia confirmado no ano passado que o jogo não teria o modo multiplayer, apesar de os vazamentos de abril dizerem o contrário.

Fonte: Naughty Dog / ReproduçãoFonte: Naughty Dog / Reprodução

The Last of Us Part II foi lançado oficialmente no último dia 19 e está disponível como exclusivo de PlayStation 4. Você também pode conferir nosso especial sem spoilers com tudo o que você precisa saber antes de embarcar na aventura do segundo jogo.

The Last of Us Part II não terá expansões, segundo Neil Druckmann via Voxel

Comentários

Conteúdo disponível somente online
The Last of Us Part II não terá expansões, segundo Neil Druckmann