Valve demite funcionários de sua divisão de realidade virtual

1 min de leitura
Imagem de: Valve demite funcionários de sua divisão de realidade virtual
Avatar do autor

Em meio a notícias sobre grandes demissões que abalaram a indústria em fevereiro, uma ação do tipo feita pela Valve passou quase despercebida. Após uma investigação do site UploadVR, a companhia confirmou que demitiu 13 funcionários e encerrou alguns contratos externos relacionados à sua divisão de desenvolvimento para a realidade virtual.

HTC Vive

“No último mês, 13 funcionários em tempo integral foram demitidos e uma parte de nossos acordos de contratos foram encerrados. É uma parte infeliz dos negócios, mas isso não representa qualquer mudança grande para a companhia”, afirmou a desenvolvedora em um comunicado. “Agradecemos a todos os afetados por suas contribuições e desejamos sorte a eles em suas empreitadas futuras”.

Entre as áreas afetadas pela demissão estão a de desenvolvimento de engenharia de hardwares, desenvolvimento de negócios, suporte aos consumidores, ciência de dados, engenharia de software e infraestrutura técnica. Além de produzir jogos para a realidade virtual, a Valve também é a corresponsável pelo HTC Vive, considerado atualmente como os óculos de realidade virtual mais completos do mercado.

Valve demite funcionários de sua divisão de realidade virtual via Voxel

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Valve demite funcionários de sua divisão de realidade virtual