Respostas às principais perguntas sobre covid-19 em mapas e gráficos

5 min de leitura
Imagem de: Respostas às principais perguntas sobre covid-19 em mapas e gráficos
Avatar do autor

A pandemia do novo coronavírus mudou o cenário global completamente, e os números de ocorrências no mundo aumentam a cada dia. O planeta já chegou à marca de 36.706.213 de casos confirmados e 1.064.420 mortes. 

No Brasil, os registros não param. Os hospitais estão lotados, algumas cidades adotaram tipos de quarentenas e medidas para manter a população afastada e evitar o contágio rápido. O coronavírus tem influenciado diversos setores da sociedade no país. Os casos confirmados por aqui chegam a 5.055.888, com 149.639 mortes.

Em 24 de abril, o país bateu o recorde da China em óbitos durante 24 horas, com 474 vítimas. Em alguns estados, os casos duplicam diariamente. O Google Trends tem registrado crescimento nas pesquisas pelo termo coronavírus nos últimos dias no Brasil, o que mostra que a maioria da população que tem acesso a internet tem buscado constantemente informações sobre a covid-19 para se manter atualizada.

A equipe do TecMundo reuniu dúvidas que surgem durante a quarentena para deixar os leitores informados sobre algumas das principais perguntas relacionadas ao tema.

Quantos casos e fatalidades foram confirmados no Brasil nos últimos 14 dias?

Para identificar a dimensão da pandemia pelo país, o gráfico a seguir demonstra o avanço dos casos e fatalidades nos últimos 14 dias na perspectiva de cada estado no Brasil, com o registro global para uma comparação. O segundo gráfico apresenta o crescimento dos casos no Brasil desde a primeira confirmação.

Qual o total de casos em cada estado brasileiro?

Uma das principais dúvidas dos brasileiros atualmente é a quantidade de casos confirmados oficialmente em cada estado. As regiões têm registrado atualizações diárias nos números, conforme o mapa a seguir.

Quantos óbitos foram registrados por covid-19 em cada estado do Brasil?

Apesar de ser uma das notícias mais tristes da pandemia, o número de mortos apresenta relevância na opinião pública. São Paulo e Rio de Janeiro são hoje os principais estados afetados pela covid-19, apresentados no gráfico a seguir.

Made with Flourish

Quais são os estados com mais de 10.000 casos?

Uma das maneiras de identificar o avanço do vírus pelos países é saber quais são os estados que já estão com mais de 10.000 casos desde o primeiro registrado. No Brasil, a primeira ocorrência oficial da covid-19 foi identificada em 26 de fevereiro de 2020 em São Paulo (SP).

Qual é o número de infectados a cada 100 mil habitantes?

O número de infectados a cada 100 mil habitantes dá uma nova perspectiva dos casos em cada região ou estado. O cálculo é feito sobre o número de doentes dividido pelo número de habitantes e multiplicado por 100 mil.

Quantos estão curados da covid-19 no Brasil?

O número de curados é calculado para tentar descobrir o valor de todos os que venceram o vírus. O Ministério da Saúde confirmou que em 9 de outubro havia 4.433.595 recuperados da doença no país.

Atualização 09/10

(Fonte: Ministério da Saúde)

Quando a quarentena vai acabar?

Todos querem saber quando a quarentena, o lockdown e o distanciamento social irão acabar. Alguns estados e cidades têm realizado relaxamentos, para que diversos serviços e setores da sociedade possam voltar à normalidade e as empresas consigam suportar a crise no país.

Segundo o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, a estratégia de isolamento social e a quarentena só irão acabar quando o vírus estiver sob controle. O Estado de São Paulo adotou medidas ainda mais rígidas para impedir a propagação do vírus, prorrogando a quarentena.

A NZN criou um levantamento para descobrir qual é a opinião das pessoas com relação à quarentena. Os dados são divididos por semanas, e os entrevistados escolhem entre "Isolamento de todos" ou "Isolamento de grupo de risco", conforme o gráfico a seguir.

Qual é a opinião do brasileiro sobre o isolamento durante a pandemia de covid-19?

O estudo é realizado com mais de 1,4 mil entrevistados semanalmente e está disponível para consulta em uma página especial, atualizada todas as quintas-feiras desde 2 de abril de 2020, com diversas análises.

Os dados sobre o coronavírus no Brasil são reais e confiáveis?

A Open Knowledge Brasil (OKBR) criou uma iniciativa para calcular o Índice de Transparência sobre a covid-19 e avaliar a qualidade dos dados e das informações que vêm sendo publicados pelos canais oficiais do governo.

O cálculo é feito com base em um indicador sintético que compõe três dimensões e diversas subdimensões: Conteúdo (Casos, Demografia e Infraestrutura); Granularidade (Base de Dados); e Formato (Acesso e Qualidade).

Cada subdimensão recebe um peso para medir a transparência. Os critérios analisados dentro das subdimensões possuem uma nota. O índice é demonstrado por uma escala de 0 a 100, sendo 0 menos transparente e 100 mais transparente.

A transparência é mostrada no gráfico com cores mais fortes para os dados mais confiáveis e mais claras para os menos confiáveis, em uma escala de pontuação que vai de 0 a 100. A pontuação de 0-19 é classificada como opaca, 20-39 como baixa, 40-59 como média, 60-79 como boa e 80-100 como alta.

Todos os dados indicados neste texto foram retirados do Brasil.io e dos canais oficiais do Ministério da Saúde e das secretarias de cada estado brasileiro.

Divulgação de dados da pandemia pelo TecMundo: 

Nossa equipe preocupa-se sempre com a responsabilidade referente às informações divulgadas em nosso portal sobre a covid-19, por isso nos baseamos em conjuntos de dados fornecidos pelo Brasil.io, resultado do trabalho de 40 voluntários que compilam todos os boletins epidemiológicos das 27 Secretarias Estaduais de Saúde no Brasil. O Brasil.io visa fornecer dados em nível nacional todos os dias até as 20h, após as novas diretrizes de informação adotadas pelo Ministério da Saúde do Brasil.

LEIA MAIS SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS:

Quanto tempo o vírus da covid-19 vive sobre roupas e sapatos?

Rastreador da covid-19 virou app; baixe agora no Windows 10

Vacina contra covid-19 pode estar pronta até dezembro, diz Pfizer

Cientistas detectam coronavírus no ar perto e dentro de hospitais

Os impactos da pandemia do coronavírus na qualidade do ar

Saúde e economia: impactos da quarentena no Brasil, segundo especialistas

Há 115 vacinas candidatas contra a covid-19, segundo a Nature

Respirador brasileiro 37 vezes mais barato é liberado para empresas

Distanciamento social pode ser necessário até 2022, diz estudo

Portadores silenciosos ajudam a espalhar o vírus da pandemia

Expediente:

Equipe de dados e monitoramento - Carlos Andreatta, Verônica Scheifer e Ysnaia Stein.

Respostas às principais perguntas sobre covid-19 em mapas e gráficos