Vacina contra covid-19 pode estar pronta até dezembro, diz Pfizer

1 min de leitura
Imagem de: Vacina contra covid-19 pode estar pronta até dezembro, diz Pfizer
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

A farmacêutica Pfizer anunciou que uma vacina eficaz contra a covid-19 pode estar pronta até o final de 2020 para uso emergencial nos Estados Unidos. A produção em larga escala, disponibilizando-a para o público em geral, dependeria da aprovação do produto em testes de segurança.

De acordo com o CEO da Pfizer Albert Bourla, os testes da nova vacina já tiveram início na Alemanha. O passo seguinte é a realização de testes no território norte-americano, a partir da próxima semana, caso as autoridades reguladoras locais permitam. Ele informou ainda que os resultados devem sair já no mês de maio.

Essa potencial vacina contra o novo coronavírus está sendo desenvolvida pela Pfizer em parceria com a empresa alemã BioNTech. Intitulado BNT162, o composto baseado em mRNA (RNA mensageiro) foi aplicado em 12 participantes de um estudo clínico no último dia 23.

Os testes da vacina candidata já iniciaram na AlemanhaOs testes da vacina candidata já iniciaram na AlemanhaFonte:  Freepik 

Há ainda a previsão de aplicação de doses que variam de 1 a 100 microgramas em 200 voluntários saudáveis, com idade entre 18 e 55 anos, para testar a eficiência e a segurança da imunização. Nos Estados Unidos, os testes dependem de liberação da agência reguladora Food and Drug Association (FDA).

Produção em massa

Caso os testes com a vacina BNT162 sejam bem-sucedidos, a distribuição do composto imunizante para uso emergencial poderia acontecer no próximo outono nos EUA, entre os meses de setembro e novembro, conforme Bourla. Já a autorização para uso geral ocorreria até o final de dezembro, com o fornecimento de milhões de doses ainda em 2020.

A Pfizer e a BioNTech estimam que há potencial para aumentar rapidamente a capacidade de produção para centenas de milhões de doses em 2021, dependendo do sucesso técnico do programa de desenvolvimento e da aprovação das autoridades de saúde.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Vacina contra covid-19 pode estar pronta até dezembro, diz Pfizer