A Apple divulgou os números relativos aos salários dos figurões da companhia, como é necessário fazer sempre, dado o seu status de empresa de capital aberto. Assim, é possível saber exatamente quais são os ganhos fixos do CEO e dos vice-presidentes, além dos bônus e outros valores extras concedidos.

É de se imaginar que o maior salário da empresa seja o do CEO, e isso se confirma: com arrecadação de US$ 2 milhões anuais, cerca de R$ 8,1 milhões, Tim Cook lidera a lista dos ganhos fixos da Apple. Somado a um bônus de incentivo de US$ 8 milhões, o total que o CEO botou no bolso em 2015 foi de US$ 10.281.327, cerca de R$ 41,6 milhões.

Vice-presidentes na frente

Já os quatro vice-presidentes tiveram uma arrecadação maior que o dobro de Tim Cook, graças aos bônus de ações e outros incentivos dados pela empresa. Todos eles ultrapassaram por pouco o valor de US$ 25 milhões em 2015, aproximadamente R$ 101 milhões.

O recorde ficou com a vice-presidente sênior de varejo e lojas online Angela Ahrendts, com um valor total recebido de US$ 25.779.229. Apesar de alto, o montante soma apenas um terço do que Ahrendts recebeu em 2014, US$ 73.351.124 – em torno de R$ 297 milhões –, tudo devido ao altíssimo bônus que ganhou para deixar o cargo de CEO da Burberry, que ocupou por oito anos, e partir para a Apple.

Sob a tutela de Tim Cook, a Apple continuou batendo recordes durante o ano de 2015, tendo arrecadado cerca de US$ 233,7 bilhões (aproximadamente R$ 946 bilhões), o que significa um aumento de 26% em relação a 2014. O ano de 2016 também começou bem para a empresa, e as previsões indicam uma arrecadação de até US$ 77,5 bilhões (em torno de R$ 314 bilhões) apenas no primeiro semestre.

Tim Cook, CEO da Apple, ganhou em 2015 menos da metade que os vice-presidentes da empresa. Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: