Windows Phone 8

Início Tudo Sobre Notícias Tira Dúvidas
Mais novidades Mostrando 10 de 601 novidades » Veja mais 591 novidades Veja mais

Shopping Tecmundo

Windows Phone 8:

tudo sobre

A Microsoft anunciou a evolução de seu sistema operacional portátil Windows Phone 7. Durante um evento de quase duas horas, várias novidades para o mundo portátil foram anunciadas e animaram boa parte da imprensa especializada em tecnologia. Mas o que será que o novo sistema Windows Phone 8 vai oferecer para os consumidores?

Preparamos um resumo completo de todas as novidades apresentadas pela Microsoft, tudo para mostrar o que podemos esperar do sistema operacional que chega ao mercado norte-americano entre os meses de setembro e outubro. Fique atento às novidades e decida se vale a pena esperar pelos novos aparelhos a serem lançados.

Multitarefas de verdade

Com o novo sistema portátil, a Microsoft vai permitir que os consumidores executem vários aplicativos em um mesmo momento. Assim como acontece no Android, o Windows Phone 8 não congelará o estado dos aplicativos que são deixados em segundo plano, o que garante mais rapidez no retorno a eles.

(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

Com a integração ao Skype, os usuários devem perceber essa facilidade. Não será necessário fechar um aplicativo ou interromper uma atividade online para atender a uma ligação no serviço de comunicação. O mesmo se aplica às chamadas e vários outros softwares que forem desenvolvidos com o suporte para o multitarefas.

Suporte nativo a múltiplos núcleos

O Windows Phone 8 vai permitir que as fabricantes utilizem processadores com vários núcleos na criação de seus aparelhos. Isso garante, entre outras coisas, um melhor aproveitamento dos recursos de multitarefas integrados ao sistema operacional. O principal disso não está nos aparelhos, mas sim nos códigos de desenvolvimento.

Segundo a própria empresa, o suporte aos múltiplos núcleos não deve ser restrito aos processadores dual-core. Já foi informado que o kernel do Windows Phone 8 possui suporte para chips com quatro e oito núcleos, sendo que, em teoria, até 64 cores poderiam ser identificados pelo código-fonte do sistema.

NFC: um novo mundo de possibilidades

Imagine realizar a comunicação entre dispositivos apenas pela aproximação deles. Assim funcionam as conexões NFC (Near-field Communication), que fazem parte das principais novidades da Microsoft para o novo sistema portátil. Como já vem sendo dito, o NFC pode ser uma evolução dos QR-Codes, visto que podem representar a transmissão de conteúdos publicitários, por exemplo, para os celulares apenas pela aproximação.

(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

A Microsoft também mostrou que é possível utilizar o NFC como um sistema de transação monetária. Com isso, o modo Wallet (carteira) funcionaria de maneira similar ao PayPal, realizando transferências por “moedas virtuais” que seriam compradas com dinheiro de verdade.

Por fim, a empresa de Redmond mostrou o Tap+Send, que pode ter várias aplicações incríveis. No evento, ele foi mostrado como uma maneira mais simples de serem trocados cartões de negócios. Por exemplo, bastaria tocar um smartphone no outro para que as informações profissionais dos proprietários fossem trocadas.

Nova interface de usuário

A principal alteração na interface do novo Windows Phone 8 está na tela inicial. A partir de agora, os smartphones podem contar com diferentes tamanhos de “tiles” de aplicativos, sendo que isso pode ser personalizado rapidamente pelos consumidores. Outra novidade relacionada aos ícones da interface Metro são os “live tiles”, que adicionam mais dinamismo aos aparelhos.

(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

Com o recurso, os desenvolvedores poderão adicionar uma integração mais profunda com a tela inicial. Dessa forma, em vez de apenas aparecem ícones do Windows Phone 8, também são mostradas informações atualizadas constantemente sobre os aplicativos. Para que isso ocorra, é necessário que os desenvolvedores ativem a opção no código-fonte de seus apps.

Windows Core: mais integração no ecossistema da Microsoft

A Microsoft revelou que o kit de desenvolvimento para o Windows Phone 8 terá bibliotecas que permitem aos programadores criar formas de explorar o melhor de cada core de processamento dos aparelhos. O Visual Studio é uma das principais ferramentas para isso, pois vai garantir que os mesmos códigos sejam usados para a produção de softwares para o Windows Phone 8 e para as versões anteriores.

Assim como já havia sido dito na conferência de lançamento do Windows 8 para desenvolvedores, será possível até mesmo criar aplicativos para várias plataformas diferentes com a mesma base de código. Com isso, os desenvolvedores terão mais facilidade na hora de importar programas de computadores para smartphones e também para o caminho inverso.

Três resoluções de tela diferentes

Para evitar muitas discrepâncias entre os aplicativos, a Microsoft limitou as resoluções de tela para o Windows Phone 8. Serão três possibilidades diferentes para os aplicativos: WVGA (800x480 pixels), WXGA (1280x768 pixels) e 720p (1280x720 pixels). Também foi informado que há apenas duas proporções de tela oferecidas: 15:9 ou 16:9.

Integração total com aplicativos VoIP

Uma das maiores promessas da Microsoft para o novo sistema é a integração direta a qualquer aplicativo VoIP (e não apenas ao Skype). Com isso, os desenvolvedores de apps desse tipo vão poder criar caminhos mais simples de acesso de seus produtos com o smartphone Windows. Bastará que um código seja bem escrito para que aplicativos consigam ter acesso direto à lista de contatos, por exemplo.

(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

Dessa maneira, as agendas de contatos podem oferecer várias opções de ligação diferentes. Em vez de obrigar o usuário a acessar um determinado aplicativo para só então poder realizar a ligação por VoIP, o Windows Phone 8 vai permitir que na própria agenda o consumidor escolha o software que deseja utilizar (ou se deseja realizar uma ligação comum).

.....

Como você pode ver, o novo Windows Phone 8 está chegando com ferramentas poderosas para enfrentar os concorrentes na luta pela maior fatia do mercado de portáteis. Se todas as promessas serão tão cumpridas, só poderemos saber em alguns meses. Mas não é possível dizer que não ficamos empolgados com as novidades. Será que o Windows vai finalmente invadir os smartphones?

(0.422 segundos)