(Fonte da imagem: Reprodução/Ubisoft)

Os requisitos mínimos da versão de PC de Watch Dogs vazados na semana passada foram “um engano”, segundo o diretor técnico da Ubisoft trabalhando diretamente no game, Sebastien Viard, que afirmou que as especificações serão “mais leves” do que a configuração vazada.

A lista com as especificações exigidas havia sido postada por um curto período de tempo na loja oficial da Ubisoft, a Uplay, antes de sair do ar. O breve momento foi suficiente para gerar o maior rebuliço entre os jogadores, pois o jogo seria suportado apenas em sistemas operacionais de 64 bits, requisito que, se confirmado, tornaria o game não jogável a cerca de 24% dos clientes do Steam, de acordo com as estatísticas do próprio serviço sobre o perfil de seus usuários.

Viard afirmou, por meio de sua conta no Twitter, que os requisitos vazados “não são oficiais” e que “as verdadeiras especificações, a serem divulgadas em breve, serão mais leves”. Perguntado sobre o fato de a configuração ter surgido em sites oficiais da própria Ubisoft, o diretor respondeu que “provavelmente isso é apenas um engano”.

Apesar de ter desmentido os vazamentos, Viard não esclareceu se o game realmente será suportado apenas por sistemas operacionais de 64 bits.

Watch Dogs será lançado no dia 19 de novembro para PlayStation 3, Xbox 360, Wii U e PC. As versões de PlayStation 4 e Xbox One serão lançadas assim que os consoles chegarem ao mercado.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: