Ed Fries. (Fonte da imagem: Reprodução/Computer and Videogames)

Ed Fries iniciou sua carreira na Microsoft, empresa na qual ele chegou a ser o principal responsável pela divisão de games. Agora, ele é conselheiro do Ouya — o console que é projetado para trabalhar com o Android, permitir modificações e deve chegar ao mercado em 2013.

Fries cedeu uma entrevista à Game Informer recentemente, em que revelou que o mercado atual está lembrando o ano de 1984, quando a indústria de video games enfrentou uma de suas piores crises com diversas empresas tendo que fechar as suas portas.

Atualmente, desenvolver para os consoles é caro e trabalhoso. Fries cita o caso do game Fez como exemplo: “Os produtores do jogo Fez não podem lançar uma atualização para o título porque isso é muito caro no Xbox Live Arcade. Se o game fosse um título para iOS, isso não seria um problema”.

A fórmula de sucesso da Apple

Baseando-se nesse exemplo, Fries acredita que os consoles devem seguir o modelo da Apple, que permite o lançamento de jogos com preços baixos e muitos títulos gratuitos: “Qualquer um pode desenvolver para a plataforma e a certificação é relativamente barata e fácil de conseguir”.

Segundo ele, o mundo está mudando e as pessoas querem títulos gratuitos para jogar. Se empresas como a Sony, a Microsoft ou a Nintendo não prestarem atenção nessas mudanças, vão acabar ficando para trás.

Fonte: Game Informer

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: