Yves Gillemot está esperançoso com o mercado. (Fonte da imagem: Reprodução/The Guardian)

A Ubisoft é famosa por títulos campeões de venda e crítica nos consoles, como as séries Assassin’s Creed, Prince of Persia e Tom Clancy’s Splinter Cell, mas o futuro dos video-games pode estar em uma área completamente diferente.

Em entrevista ao jornal The Guardian, o CEO da empresa, Yves Gillemot, afirmou que a Ubisoft vai continuar no mercado de gigantes, mas vai explorar ainda mais o potencial de jogos para celular e os títulos free-to-play (online e gratuitos).

Para ele, economicamente falando, os free-to-play são uma grande jogada – especialmente na Ásia, onde o modelo é predominante, e porque as equipes de desenvolvimento deles são muito menores, possibilitando um maior trabalho criativo. E o formato de compra digital também recebeu elogios.

Futuro brilhante

Outro posicionamento defendido pelo executivo é o fator multiplataforma. Para ele, a experiência de um game deve ser expandida ao maior número de jogadores possíveis. E isso não aconteceria só na hora da venda, mas até em continuar uma aventura de um mesmo ponto em outro console, no PC e em portáteis – ou apenas interagir com o universo de um título, caso não seja possível jogá-lo por completo no celular, por exemplo.

(Fonte da imagem: Divulgação/Ubisoft)

Sobre a nova geração, ele também tem uma opinião formada: os próximos consoles não só terão um processador melhor e gráficos ainda mais poderosos, mas também vão elevar a jogabilidade com itens como o GamePad, do Wii U e o SmartGlass, do Xbox 360.

Fonte: The Guardian

Cupons de desconto TecMundo: