Basta dar uma passadinha ao final de feiras livres ou do expediente de uma padaria ou supermercado para constatar o que os números confirmam: um terço dos alimentos produzidos para consumo humano no mundo são desperdiçados anualmente, de acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura. O app espanhol Eat you Later segue a tendência de outros países europeus e dá o exemplo de como criar uma rede sustentável de gerenciamento de excedentes, com vantagens tanto para os estabelecimentos quanto para os consumidores.

Com a plataforma, os comerciantes podem vender os alimentos que não foram aproveitados por um preço reduzido — o que já funciona em países nórdicos como Noruega e Dinamarca, onde a redução de resíduos chegou a 25% graças a iniciativas como essa, e está aos poucos dando certo também na Itália e na França.

eat you later app

O Eat you Later entrou no mercado em novembro do ano passado e tem cerca de 500 usuários e 40 estabelecimentos cadastrados em Madri. Cada loja, restaurante ou mercado tem liberdade para definir os preços, entretanto, os descontos geralmente ficam entre 30% e 60%. Na Sana Loucura, por exemplo, uma padaria especializada em produtos sem glúten, esse tipo de oferta é ainda mais atraente porque os itens para celíacos costumam ser mais caros e os valores chegam a ser 50% menores.

O software está disponível para quem quiser conferir, tanto na versão iOS quanto na Android e, claro, não tem conexão com o comércio nacional. No Brasil temos exemplos como Comida Invisível, que segue uma temática semelhante, para doação.

Cupons de desconto TecMundo: