Utilizados por milhões de profissionais autônomos em todo o mundo, os sites Fiverr e Freelancer estão sendo usados para distribuir arquivos infectados disfarçados de propostas de emprego. Esses documentos maliciosos contêm keyloggers, programas que registram tudo o que é digitado na máquina com o objetivo de descobrir senhas de banco ou dados de cartões de crédito do usuário.

De acordo com o Malware Hunter Team, o ataque consiste em enviar uma mensagem com uma suposta oferta de trabalho, que estaria detalhada em um documento anexado. Infectadas no momento em que abrem o arquivo, algumas vítimas chegam a perguntar o motivo de não conseguirem ler o conteúdo do documento.

Esses casos mostram como o ataque é elaborado, com o responsável por espalhar o keylogger tirando dúvidas e até mesmo pedindo para que as pessoas abram o documento em um notebook ou desktop para garantir a infecção.

Para diminuir as chances de que algo do tipo aconteça com você, é importante lembrar sempre de usar o antivírus para analisar arquivos recebidos de fontes suspeitas ou de pessoas que você não conhece.

Cupons de desconto TecMundo: