(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Além de um misterioso incêndio em uma fábrica da Samsung na semana passada, há informações de que outro problema técnico relacionado à fabricação do Galaxy S5 surgiu como obstáculo para o lançamento do modelo. De acordo com a imprensa coreana, a Samsung está enfrentando adversidades na produção da lente da câmera do aparelho.

O Galaxy S5 contará com uma lente de seis elementos — semelhante à do Nokia Lumia 925 — e ajustar a lente ao módulo da câmera tem sido motivo de problemas para os fornecedores da lente, que ficaram encarregados da tarefa.

O procedimento de encaixar a lente no módulo da câmera do Galaxy S5 requer mais precisão do que na versão anterior da linha, uma vez que o módulo é bem mais fino e portanto uma simples falha no processo de modelagem pode causar considerável distorção na captura de imagem. “Para fazer lentes de plástico mais finas é preciso uma tecnologia de modelagem mais precisa”, disse um informante da indústria ao ETNews.

O perigo de atraso no lançamento é iminente

A Samsung teria rendido, até o momento, apenas cerca de 30% da produção esperada para a montagem das lentes, o que poderia dar um fim aos planos da companhia de lançar o dispositivo em 150 países no dia 11 de abril. Para impedir que haja atraso, ela estaria mantendo representantes nas fábricas fornecedoras em tempo integral.

A lente de 16 megapixels do Galaxy S5 é fabricada a partir da combinação de seis peças de plástico — ela contém uma peça a mais do que a lente de 13 megapixels do Galaxy S4. O problema é que, mesmo com a inserção de mais peças, a espessura da lente deve manter-se a mesma.

Para conceber um smartphone mais fino, a espessura do módulo da câmera precisa ser reduzida ainda mais. Por essa razão, os fabricantes precisam produzir peças de plástico de menor espessura.

Uma câmera diferenciada

diversos elementos que podem ser considerados para determinar a qualidade da câmera de um celular e a Samsung tem se focado nisso para fazer a publicidade do seu novo aparelho. Utilizando sensores ISOCELL e dispondo de 16 megapixels de resolução, a câmera do Galaxy S5 é um dos principais atrativos do dispositivo. A empresa coreana diz que a tecnologia ISOCELL aumenta a noção de profundidade e a fidelidade das cores, reduzindo o efeito crosstalk, e aproximando a cor de cada pixel da cor real.

Além disso, ela também afirma que essa será a câmera mais rápida da categoria, capturando fotos a 0,3 segundos, além de possuir uma interface com vários recursos, como o modo de foco seletivo. Para conferir se trata-se apenas de propaganda ou se, de fato, a capacidade fotográfica do celular é mesmo tão extraordinária, o Phone Arena conseguiu um exemplar do aparelho e fez comparações entre as imagens capturadas por ele, pelo Galaxy Note 3, Nokia Lumia 1520 e Galaxy S4. O resultado você pode conferir abaixo e na galeria publicada no site.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Phone Arena)

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Phone Arena)

Com diversos recursos inovadores como bateria de gerenciamento especial, uso promissor de leitura biométrica digital e resistência total à água e poeira, o Galaxy S5 é o próximo celular top de linha da Samsung e um dos smartphones mais esperados do ano. Se não houverem atrasos, seu lançamento deve acontecer dia 11 de abril, simultaneamente em mais de 150 países. A previsão de preço do celular no Brasil é de R$ 2.899 reais, na versão sem contrato com operadoras.

Cupons de desconto TecMundo: