A NVIDIA acaba de anunciar oficialmente os detalhes de suas novas placas de vídeo com GPU de arquitetura Pascal voltadas ao mercado de entrada. Estamos falando de GeForce GTX 1050 e GeForce GTX 1050 Ti, ambas com foco total na relação custo-benefício — mas sem deixar de oferecer ótimos recursos para os consumidores, é claro.

Como você já deve esperar, o modelo Ti é mais potente que o 1050 comum. Enquanto a GTX 1050 Ti traz 4 GB de memória GDDR5 com largura de banda para até 112 GB/s, sendo que o clock de processamento máximo chega nos 1.392 MHz em modo Boost. Já a GTX 1050 baixa as especificações para 2 GB de memória com a mesma largura de banda, tendo ainda clock de 1.455 MHz em Boost.

A NVIDIA ainda afirma que as placas podem superar a série GTX 650 em até 3x — o que a coloca bem próxima da GTX 960. Vale dizer que ambas contam com 75 Watts de TDP, o que faz a placa de vídeo ser considerada uma opção bem econômica em matéria de energia consumida. 

Por falar em energia, é interessante notar também que as novas placas GTX 1050 e 1050 Ti não contam com os tradicionais Pins de energia necessários para a alimentação das placas. Em vez disso, os dispositivos conseguem o fornecimento de eletricidade diretamente pelo PCIe ao qual a placa está conectada à placa-mãe.

Para quem quer games

De acordo com a fabricante, o foco dessas placas não está em consumidores que querem rodar os jogos mais pesados com gráficos no máximo. O público neste caso é composto por quem gosta muito de e-Sports e quer uma boa ferramenta para ter bons resultados e performance de qualidade em games como Counter Strike, League of Legends e vários outros.

Mesmo assim, a NVIDIA ainda diz que games como "The Division", "Fallout 4", "GTA V", "Overwatch" e "The Witcher 3" podem rodar em 61 FPS em resolução 1080p e com configurações intermediárias, desde que o computador tenha também um processador Intel Core i5 de geração Haswell ou superior.

Especificações técnicas

GeForce GTX 1050

  • Núcleos CUDA: 640
  • Clock base: 1.354 MHz
  • Clock Boost: 1.455 MHz
  • Memória: 2 GB GDDR5
  • Velocidade da memória: 7 Gbps
  • Interface da memória: 128-bit
  • Largura de banda da memória: 112 GB/s
  • Tecnologias: SMP (Multi Projeção Simultânea), Ansel, G-SYNC, GameStream, GPU Boost 3.0, DirectX 12_1, Vulkan, OpenGL 4.5, 
  • Temperatura máxima: 97 graus Celsius
  • Consumo de energia: 75 watts
  • Fonte recomendada: 300 watts
  • Conector de energia: não necessita
  • Dimensões (A x C): 11,1 x 14,47
  • Largura: 2 slots

GeForce GTX 1050 Ti

  • Núcleos CUDA: 768
  • Clock base: 1.290 MHz
  • Clock Boost: 1.392 MHz
  • Memória: 4 GB GDDR5
  • Velocidade da memória: 7 Gbps
  • Interface da memória: 128-bit
  • Largura de banda da memória: 112 GB/s
  • Tecnologias: SMP (Multi Projeção Simultânea), Ansel, G-SYNC, GameStream, GPU Boost 3.0, DirectX 12_1, Vulkan, OpenGL 4.5, 
  • Temperatura máxima: 97 graus Celsius
  • Consumo de energia: 75 watts
  • Fonte recomendada: 300 watts
  • Conector de energia: não necessita
  • Dimensões (A x C): 11,1 x 14,47
  • Largura: 2 slots

Preço e disponibilidade

Nos Estados Unidos,  as novas placas da NVIDIA vão chegar ao mercado já no dia 25 de outubro. No Brasil, é esperado que a GTX 1050 chegue ao Brasil no dia 8 de novembro por R$ 599. Já a GTX 1050 Ti estará disponível em 25 de outubro pelo valor de R$ 749.

Além dos modelos de referência da NVIDIA, também já foram mencionadas várias placas de vídeo com base nas GTX 1050 e 1050 Ti. No site oficial da fabricante, é possível encontrar referências às fabricantes ASUS, EVGA, GALAX, Gigabyte, iGame, inno3D, MSI, Paut e Zotac.

Colaborou para esta matéria: Fábio Jordão

Cupons de desconto TecMundo: