Um dos homens mais poderosos do mundo, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se viu em uma situação inusitada durante o encontro Ásia-Pacífico na última semana. Deixando um pouco de lado seu papel como líder de estado, ele subiu a um palco para entrevistar Jack Ma, bilionário dono do império Alibaba.

Durante a conversa, Obama fez diversas brincadeiras com o excêntrico fundador do serviço, que está planejando uma grande expansão para novos mercados — incluindo o norte-americano. Além disso, eles também discutiram como o governo e empresas bem estabelecidas podem se unir para incentivar o desenvolvimento de jovens empreendedores.

“O lado do governo é simples — somente reduza os impostos ou não cobre taxas desses caras”, afirmou Ma. Em resposta, Obama brincou dizendo que o executivo chinês teve respostas muito positivas dos CEOs presentes na reunião.

O presidente dos Estados Unidos aproveitou a ocasião para tecer elogios a Aisa Mijeno, uma jovem empreendedora das Filipinas que criou uma lâmpada cuja energia é gerada por água do mar. Segundo ele, Ma deveria aproveitar seus recursos para investir em ideias do tipo. “Eu só estou dizendo isso”, afirmou Obama. “Estou servindo mais ou menos como um casamenteiro aqui”.

Em resposta, o dono do Alibaba afirmou que nos últimos seis anos 0,3% das vendas totais da companhia são usadas para encorajar jovens a lutar contra mudanças climáticas. Além disso, Ma afirmou que é uma ideia fantástica investir em tecnologias limpas, se referindo a uma conversa recente que havia tido com Bill Gates, um dos fundadores da Microsoft.

O que você pensa sobre essa discussão? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: