Aqui no Brasil e em boa parte do mundo, um dos maiores eventos de vendas de produtos de tecnologia é a Black Friday. A China também participa, contudo, um pouco mais cedo e com o nome de "Single's Day" (Dia dos Solteiros, em tradução direta).

Enquanto podemos chamar a Amazon de a maior gigante loja de varejo online no Ocidente, as coisas ficam um pouco mais conturbadas no Oriente por causa da Alibaba. A companhia está crescendo de maneira meteórica na China e vendeu mais de R$ 33 bilhões (US$ 9 bi) nas primeiras 12 horas do Dia dos Solteiros. De acordo com o IDC, ela já bateu a marca do ano passado e ainda faltam mais 12 horas para ter as operações de desconto finalizadas. A estimativa é que a Alibaba chegue aos R$ 50 bilhões (US$ 13,7 bi).

Outro dado interessante é que, em apenas 90 minutos operando no Dia dos Solteiros, a loja de varejo chinesa já havia arrecadado R$ 18 bilhões (US$ 5 bi). Agora, entenda o tamanho disso: R$ 18 bilhões é o valor combinado de quanto os norte-americanos gastaram na Black Friday e na Cyber Monday em 2014 — isso mesmo, em ambos os eventos.

De acordo com a Tmall, plataforma do Alibaba, 75% dos consumidores efetuaram as compras por meio de smartphones e tablets. Com uma população de 1,3 bilhão de pessoas, a China possui atualmente 670 milhões de pessoas conectadas na internet, ou seja, quase 50% do país.

Black Friday chinesa

Enquanto você lê esta notícia, está rolando o Festival de Compras 11.11 no AliExpress. São descontos em milhares de produtos em diversas categorias. Fizemos um compilado com as melhores ofertas, e você pode acompanhar tudo clicando aqui.

Vale a pena esperar o black friday? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: