(Fonte da imagem: Divulgação/Institute of Physics)

Você já viu aqui no Tecmundo que as impressoras 3D podem mudar como interagirmos com os objetos e, até mesmo, criar novas formas de consumo. Agora, cientistas do Wake Forest Institute for Regenerative Medicine criaram um modelo de impressora 3D híbrida, capaz de imprimir implantes de cartilagem para o uso em pacientes.

A equipe combinou uma impressora tradicional com um sistema de electrospinning, usando cargas elétricas para desenhar fibras microscópicas de polímero. As fibras podem ser manipuladas em uma estrutura porosa que é capaz de atrair células saudáveis da própria cartilagem humana, fazendo com que o implante tenha a capacidade de ajudar o próprio corpo a se regenerar.

O material foi testado em um período de oito semanas e, segundo a equipe, surpreende por ter a “elasticidade típica da cartilagem humana”. O equipamento ainda está sendo usado em testes, mas podemos imaginar que, em alguns anos, teremos impressoras 3D criando implantes nas clínicas e hospitais.

Cupons de desconto TecMundo: