Falar em sustentabilidade do planeta não significa apenas investir em fontes alternativas para os recursos, a eficiência dos sistemas utilizados também são de extrema importância. Pensando em economizar uma importante fatia da eletricidade desperdiçada atualmente, este conceito propõe uma profunda mudança nas plantas elétricas das residências. Através de um sistema híbrido de correntes elétricas, a Panasonic pretende dividir as tomadas da casa entre corrente alternada e contínua. Descubra como esta ideia pode colaborar para o planeta e ainda ajudar a reduzir a conta de luz no final do mês.

Sistema híbrido de alimentação elétrica

Toda a eletricidade distribuída no Brasil atualmente utiliza a corrente alternada. O sistema foi adotado em todo o mundo porque permite um maior aproveitamento nas redes de alta tensão e grande eficiência em motores elétricos, resistências e lâmpadas incandescentes (as aplicações básicas da eletricidade na época da implementação).Eletricidade a favor da natureza

A realidade hoje dos eletrodomésticos é completamente outra, computadores, televisões, sistemas de som, carregadores de celular e vários outros utilizam a corrente contínua em seu funcionamento. Acontece que os transformadores presentes nestes aparelhos estão longe de aproveitar o máximo da eletricidade e acabam desperdiçando grande parte desta energia na conversão, para eles, seria melhor se a alimentação fosse contínua.

O projeto

Geladeiras, ares-condicionados, chuveiros e lâmpadas ainda se fazem presentes nas casas, antes de abandonar completamente o sistema atual, o “AC/DC Hybrid Wiring System” propõe a utilização de ambos sistemas de corrente. Com ele, a corrente alternada chega até sua casa e, a partir de uma central, parte é distribuída na forma alternada e o restante é convertido em corrente contínua por um transformador de grande eficiência.

Esquema do projeto

A iluminação da casa continuaria com a alimentação alternada, assim como algumas tomadas estratégicas. Já as demais tomadas forneceriam corrente contínua, podendo até mesmo utilizar voltagens menores (24 ou 48 volts). Aparelhos que utilizam corrente contínua dificilmente exigem uma tensão maior que estas, o que tornaria os aparelhos mais econômicos e reduziria seus custos de produção.

O planeta agradece


A proposta não visa apenas a economizar a alimentação externa que chega até sua casa, o sistema hibrido de corrente também é eficiente no aproveitamento da captação solar. Conservada em baterias, a eletricidade desta fonte dispensaria conversão e poderia ser enviada diretamente para as tomadas de corrente contínua da casa.

O “AC/DC Hybrid Wiring System” foi apresentado na CEATEC 2009, no Japão e não possui previsão para sua implementação. Também não se trata de um projeto revolucionário ou pioneiro no segmento, outras propostas semelhantes já foram apresentadas anteriormente, mas esta foi a primeira a combinar os dois sistemas em uma mesma planta.

Economia é sinônimo de preservação

É difícil prever com exatidão a quantidade de energia que este sistema poderá economizar, mesmo porque isso depende muito da aplicação da eletricidade em cada casa. O simples ato de retirar os aparelhos da tomada pode reduzir a conta de luz em até 20%, portanto esperar tarifas de 30 a 50% menores não parece improvável com o “AC/DC Hybrid Wiring System”. O fato é que as residências nacionais precisariam passar por uma profunda reforma elétrica antes de receber o novo sistema de alimentação.

Você acha que sistemas como este são apenas para os países de primeiro mundo ou o Brasil também deveria apostar em ideias como esta para a conservação dos recursos naturais?

Cupons de desconto TecMundo: