De acordo com o famoso vazador de informações do mundo mobile Evan Blass, mais conhecido no Twitter como “@evleaks”, a LG já teria um plano relativamente sólido para o sucessor do LG G6 após o CEO da empresa ter cancelado o projeto do LG G7 e ordenando que os desenvolvedores recomeçassem tudo do zero. Segundo Blass, o codinome do novo aparelho seria “Judy”, seguindo a tradição da companhia de dar nomes femininos aos seus aparelhos antes do lançamento.

O Judy traria uma série de especificações modernas para um top de linha de 2018, mas parece que a companhia perdeu a chance de colocar 6 GB de RAM em vez de 4 GB em seu próximo dispositivo. Confira as especificações vazadas do Judy até o momento:

  • Tela: 6,1’’ MLCD+ no aspecto 18:9 e compatibilidade com HDR10 para vídeo
  • Chipset: Snapdragon 845
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 64 GB
  • Câmeras: sistema duplo traseiro 16 + 16 MP f/1.6
  • Extras: som estéreo, carregamento sem fio, assistente digital, reconhecimento por voz, câmera com IA

Essa tecnologia permitiria que o display alcançasse brilho de 800 nits consumindo 35% menos energia

É interessante falar sobre a tecnologia MLCD+ da LG para o novo celular. Isso seria uma espécie de evolução do LCD IPS tradicional com uma mudança na matriz de pixels. Em vez de ter apenas subpixels vermelhos, verdes e azuis, haveria um quarto elemento branco. Com isso, o próximo top de linha da marca conseguiria reproduzir a cor branca — abundante em fundos de páginas web e de muitos apps de redes sociais — com mais definição e eficiência. Aparentemente, essa tecnologia permitiria que o display alcançasse brilho de 800 nits consumindo 35% menos energia.

A questão do som estéreo também merece ser discutida. A fonte anônima de Blass que repassou essas informações citou “alto-falantes estéreo boombox”, o que pode significar alguma parceria com uma empresa de áudio. Não sabemos, contudo, se as saídas de som seriam frontais.

Qual é o destaque?

O pacote todo parece estar gerando um sucessor interessante para o LG G6, especialmente por implementar alguns recursos da moda como câmera com inteligência artificial e carregamento sem fio. Contudo, ainda não sabemos qual seria o grande destaque do Judy para justificar a atitude do CEO da empresa em recomeçar seu desenvolvimento do zero.

Com o G7 cancelado, o Judy chegaria ao mercado apenas na metade deste ano, em junho

Originalmente, a LG deveria lançar o LG G7 durante a MWC 2018, que começa no fim deste mês em Barcelona, Espanha. Com o G7 cancelado, o Judy (ainda sem nome comercial definido) chegaria ao mercado apenas na metade deste ano, em junho, segundo Blass.

A LG já afirmou que vai abandonar os calendários tradicionais para realizar lançamentos de smartphones. Em vez de colocar novos top de linha a cada 12 meses, a empresa pretende fazer isso apenas “quando achar necessário”. Não sabemos, contudo, se isso fará com que a companhia siga o padrão da Sony e da OnePlus, lançando smartphones a cada seis meses, ou se a coreana vai encontrar sua própria fórmula de lançamentos, com períodos maiores que um ano. Fique ligado ao TecMundo para saber mais sobre isso.

Cupons de desconto TecMundo: