Em meio ao que parece ser cada vez mais o “apocalipse das entradas fones de ouvido”, mais e mais empresas estão abandonando a conexão de 3,5 mm nos celulares. Um bom exemplo delas é nada menos do que a Razer, que mal chegou ao mercado de smartphones e já trouxe um aparelho sem a entrada para fones de ouvido.

Quem vem acompanhando o lançamento de novos smartphones que estão aderindo a essa moda sabem que cada companhia tem uma desculpa diferente. Alguns dizem que isso vem para permitir que seus celulares sejam ainda mais finos; outros se explicam dizendo que é uma preparação para oferecer algo mais moderno. A explicação da Razer? É para dar 500 mAh extras de bateria.

Não posso falar por outras companhias que tomaram a decisão de remover a entrada de fone de ouvido – mas eu acho que vocês podem ver por que nós fizemos isso

Vale notar que essa não foi a única vantagem trazida por essa decisão. Em um post feito no Facebook, Min-Liang Tan – ninguém menos do que o CEO da Razer – explicou que a remoção da entrada de 3,5 mm permitiu uma maior eficiência térmica para o desempenho do aparelho (o que é bastante importante, considerando que esse é um smartphone para jogos).

Além disso, Tan afirma só ter aceitado a retirada da placa quando sua equipe conseguiu garantir uma qualidade de áudio alta com os adaptadores DAC da THX – e fez questão de que isso fosse incluso com cada Razer Phone. Ele também lembra, é claro, que a empresa está lançando dois fones HammerHead com conexão USB-C e BlueTooth, respectivamente, para resolver esse impasse.

“Em resumo, remover a entrada de fone de ouvido nos deu melhor performance, mais bateria – e além disso, melhor performance de áudio de fones de ouvido com fones existentes e a opção de ir completamente sem fio ou conectado via USB”, disse ele. “Eu não posso falar por outras companhias de celular que tomaram a decisão de remover a entrada de fone de ouvido – mas eu acho que vocês podem ver por que nós fizemos isso”, continuou o CEO.

Uma troca justa?

Infelizmente, nós ainda teremos que escolher entre carregar o celular e ouvir músicas, caso não estejamos dispostos a comprar um fone sem fio. Mas ao menos é bom saber que a empresa teve vários motivos para fazer a troca – e que ela quer fazer com que nosso prejuízo seja mínimo, além de trazer vantagens e soluções para isso.

E você, se convenceu com os argumentos do chefão da Razer? Deixem suas opiniões em nossos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: