De acordo com o já conhecido analista da KGI Securities para a Apple, Ming-Chi Kuo, a produção de componentes do iPhone X teria se estabilizado, o que garante que a Maçã poderá fazer quantos novos smartphones quiser nos próximos meses sem se preocupar com gargalos na produção de peças individuais.

Em um relatório enviado aos investidores, Kuo fala especificamente sobre a câmera TrueDepth, aquele componente que interpreta os pontos projetados no rosto do usuário pelo sensor dedicado do iPhone X para o Face ID.

Comprar um iPhone X antes do fim do ano pode ser um problema generalizado

Apesar de a cadeia de produção dessa câmera estar estável, não sabemos se a empresa consegue escalar isso para atender a demanda pelo novo aparelho. Como as vendas dos iPhones 8 e 8 Plus têm sido decepcionantes, segundo rumores, a quantidade de usuários interessados em obter um iPhone X pode ser maior do que a Apple projetava inicialmente. Como esse aparelho em questão já tinha baixa previsão de estoque, essa situação poderia ficar ainda mais complicada. Dessa maneira, comprar um iPhone X antes do fim do ano pode ser um problema generalizado em várias partes do mundo.

Seja como for, Kuo comenta para seus investidores que a Apple não deve cometer o mesmo erro no ano que vem e deixar seu principal produto com problemas de estoque. Isso porque a empresa não deve mudar a tecnologia da câmera TrueDepth para os modelos que chegarão ao mercado no ano que vem e, até lá, a empresa já teria um bom fluxo de comentes sendo fabricados e, talvez, até por custos menores.

O iPhone X entrou em pré-venda nos EUA e em alguns outros mercados selecionados na última sexta-feira e previsão de entrega para quem reserva um aparelho novo no site da empresa é de algo entre cinco e seis semanas atualmente.

Cupons de desconto TecMundo: