As imagens tridimensionais que são transmitidas em cinemas ou televisores 3D (sistemas com óculos, clique aqui para conhecer os outros tipos) funcionam da seguinte maneira: duas imagens são geradas simultaneamente e enviadas para os óculos, que as separam para que cada olho enxergue apenas uma delas. No cérebro, ocorre o processo da fusão binocular, momento em que as imagens são unidas e geram a sensação tridimensional.

Mas você sabia que nem todas as pessoas do planeta conseguem enxergar as imagens tridimensionais? Justamente porque possuem dificuldade em realizar a fusão binocular, ou seja, as imagens não chegam ao cérebro da maneira correta. Antes de explicarmos qual doença ocular causa estes problemas, é necessário entender um pouco mais sobre alguns conceitos da oftalmologia.

Visão binocular

A visão binocular é, em suma, o nome dado à visão somada dos dois olhos, o que gera uma série de vantagens. Por exemplo: pessoas com problemas sérios em um dos olhos podem continuar enxergando, pois se um deles estiver em condições, o outro passa a ser menos requisitado.

A sensação de profundidade é muito divertida

Isto acontece com frequência em pacientes que apresentam uma das doenças recorrentes do estrabismo: a ambliopia (também conhecida como doença do “olho preguiçoso”). Este tipo de paciente costuma ter um dos olhos em condições aceitáveis para a visão, mas o outro funciona apenas como acessório.

Segundo o Doutor José Joaquim Junior (médico oftalmologista da Clínica de Olhos José Joaquim Junior, em Curitiba), problemas na visão binocular têm como principal consequência a perda de noções de profundidade e também a redução na angulação total do campo de visão natural (que, para um ser humano com visão perfeita, chega a um arco de 200 graus).

Estereopsia

Você já deve ter reparado que as noções de distância e profundidade dos objetos são de extrema importância para que não saiamos tropeçando pela casa ou pelas ruas. Esta sensação é chamada de estereopsia (visão estéreo), principal mecanismo dos olhos para a fusão das imagens no cérebro.

Cada dia mais comum

A fusão se resume à junção de tudo o que é captado pelos olhos esquerdo e direito no cérebro. Para que a estereopsia seja realizada perfeitamente, é necessário que os dois olhos sejam alinhados sem qualquer desvio. Quanto mais os olhos estiverem desalinhados, menos eficaz será a percepção de profundidade.

Oftalmologia no cinema

Como você já deve ter percebido, os conceitos inseridos neste artigo não dizem respeito apenas à anatomia ocular, mas também à tecnologia aplicada aos cinemas e televisores 3D. Afinal de contas, é com muitos estudos sobre a visão que os engenheiros conseguem produzir aparelhos capazes de gerar imagens tridimensionais para seus usuários.

Os mistérios da visão

Os óculos 3D são responsáveis por facilitar o processo da visão binocular, pois, em vez de serem enxergadas imagens semelhantes nos dois olhos, cada um deles vai receber uma imagem diferente (como pode ser visto em óculos com lentes ciano-magenta). Assim, cada um dos olhos é responsável pela captação de partes predeterminadas.

Com cada globo ocular captando imagens diferentes, o processo da fusão é feito de um modo programado. Assim, mesmo estando em planos bidimensionais, os vídeos podem ser percebidos de maneira tridimensional.

Quem não enxerga em 3D?

Como já foi dito, quando os olhos não estão alinhados perfeitamente, a estereopsia é afetada e, consequentemente, a fusão fica debilitada. O Doutor José Joaquim Junior afirma que quanto maior é o desvio ocular do paciente, menor é a capacidade de fusão. Resumindo, a grande maioria dos pacientes com estrabismo moderado ou grave não pode enxergar as três dimensões.

Estrabismo é uma das causas da falta de percepção.

Mesmo após cirurgias para correção do problema, os pacientes estrábicos não conseguem resolver a falha na fusão ocular. Isso acontece porque as cirurgias de estrabismo são procedimentos estéticos, e a imagem captada continua sendo formada com desvios no interior dos olhos.

Então os óculos não servem para nada?

Na verdade, eles servem sim. Mesmo que você não possa enxergar as três dimensões dos filmes, é importante utilizar os óculos para que as imagens não sejam vistas de maneira duplicada. As duas lentes dos óculos 3D fazem a junção da imagem no seu cérebro, mas a estereopsia não age com total eficiência, por isso a profundidade é menos percebida.

......

O TecMundo espera que este artigo tenha sido útil para que todas as pessoas que não enxergam três dimensões entendam os motivos. Vale lembrar que este problema não é raro e uma boa parcela da população mundial não consegue enxergar a profundidade enviada pelos televisores e telões.

Você possui algum problema de visão? Se sim, qual é ele? Aproveite os comentários para nos contar se você sofre para enxergar as três dimensões ou se o seu problema de visão não interfere na interpretação da profundidade e da distância.

Cupons de desconto TecMundo: